Coluna Rodrigo Teixeira

Ação de combate ao abuso sexual de crianças será realizada na Cidade de Deus

A Iniciativa é uma parceria inédita entre a ONG ‘Nóiz’ e o projeto ‘Espalhando Doçuras Por Aí', com apoio do CasaShopping

Combate ao abuso sexual é realizada na Zona Oeste do Rio. A Iniciativa é uma parceria inédita entre a ONG ‘Nóiz’ e o projeto ‘Espalhando Doçuras Por Aí’, com apoio do CasaShopping. A ação será realizada neste sábado, 20 de maio, na comunidade da Cidade de Deus, e reunirá em torno de 20 voluntários dos projetos sociais. O grupo percorrerá diversos territórios da comunidade.Segundo o ‘Observatório do Terceiro Setor’, o Brasil ocupa o 2º lugar no ranking mundial de exploração sexual de jovens e crianças, com cerca de 500 mil vítimas por ano. Destas, 75% são meninas e negras.

Em defesa do ‘Maio Laranja’, a Lei Federal 9.970 de 2000 instituiu o dia 18 de maio como o Dia Nacional de Combate ao Abuso e a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes.

A data é alusiva à morte da menina Araceli, violentada e morta aos oito anos de idade. Araceli, de apenas 8 anos de idade, foi drogada, estuprada e morta por jovens de classe média alta, no dia 18 de maio de 1973, em Vitória (ES).

Com isso foi criada a campanha nacional chamada ‘Faça Bonito – Proteja nossas crianças e adolescentes’, para chamar a sociedade a assumir a responsabilidade de prevenir e enfrentar o problema da violência sexual praticada contra crianças e adolescentes no Brasil.

A ação contará com uma equipe de palhaços com placas que oferecerão ‘abraços grátis’ e flores laranja (símbolo da campanha), além dos voluntários que atuarão no serviço de escuta.

“O grande objetivo desta ação é estimular a denúncia. As pessoas têm medo, às vezes conhecem casos muito próximos, até na família, mas relutam em denunciar, e as crianças vão sofrendo essa violência durante anos, crescendo cheias de traumas”, explica André Melo, presidente da ONG ‘Nóiz’.

A ideia surgiu após André ver a ação acontecer na saída de um shopping na Zona Oeste, e quis levar para dentro da comunidade, onde o histórico é considerável.

“ Pretendemos chamar à atenção da população para a importância do envolvimento de todos na prevenção das violências sexuais contra crianças e adolescentes. Fui uma vítima de abuso na infância e adolescência” explica Mel Brito, fundadora do Espalhando Doçuras Por Aí.

Amo servir e contribuir com algo a mais, além de mim. São 7 anos nessa caminhada espalhando doçuras por aí e agora com essa parceria inédita com o Projeto NÓIZ e Casa shopping, finaliza Mel.

Rodrigo Teixeira

Repórter com mais de 13 anos de carreira. Formado em jornalismo pela Estácio de Sá e pós graduado em Metodologia do Ensino Superior pela Escola do Legislativo do Estado do Rio de Janeiro (Elerj). Com experiência em diversos segmentos do jornalismo, entre eles, no meio corporativo, artístico, e no poder público. Com passagem pelas redações dos maiores portais de internet do país, inclusive á produziu conteúdo para o portal iG. Experiência de gestão, redação e projetos especiais para o on-line dos Jornais O Dia e Meia Hora. Web Repórter da Rede TV, na sucursal do Rio de Janeiro e correspondente do programa "Tô na Fama", da Rede TV do Tocantins.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo