Saúde

Apresentador Edu Ribeiro retira glândulas mamárias e faz um alerta para o câncer de mama masculino

Âncora da Record TV se submeteu à ginecomastia com o dr. Wendell Uguetto, referência no procedimento em todo o país

Edu Ribeiro, apresentador do “Fala Brasil”, da Record TV, usou suas redes sociais para compartilhar com fãs e seguidores o motivo do sumiço nas últimas semanas. O jornalista se submeteu a uma cirurgia para retirar as glândulas mamárias, a ginecomastia, com o dr. Wendell Uguetto, que é referência no procedimento em todo o país.

Nos stories do Instagram, Edu apresentou o médico responsável pela cirurgia e ainda brincou sobre amamentação. “Cheguei até o dr. Wendell, por indicação da imprensa, pois toda matéria que leio sobre o assunto é ele que aparece na entrevista e fiz questão de conhecer o trabalho dele”, comentou o apresentador.

O famoso buscou a cirurgia para uma finalidade estética, mas deixou claro sua preocupação com o futuro, pois a probabilidade de um homem com ginecomastia após os 55 anos ter câncer de mama é de 1 em 833, segundo uma pesquisa americana.

No Brasil, os casos representam 1% do total, segundo o Instituto Nacional de Câncer (Inca). Os dados mais recentes de mortes pela doença entre a população masculina são de 2020, quando foram registrados 207 óbitos de homens por câncer de mama.

A doença é causada pela multiplicação desordenada de células anormais, formando um tumor que pode invadir a região da parede torácica ou outros órgãos, a chamada metástase.

Segundo o Inca, há vários tipos de câncer de mama. Alguns se desenvolvem rapidamente, e outros, não. A maioria dos casos tem boa resposta ao tratamento, principalmente quando diagnosticado e tratado no início.

Emiliano Macedo

Emiliano Macedo - Jornalista com 20 anos de carreira. Já atuou como produtor, repórter e editor de textos nas emissoras RedeTV (Rio), Globo (TV Rio Sul), Band (Rio) e SBT. Em rádios, passou pela Sociedade 104,1 FM e Band FM 94,9. Também já escreveu para os portais "A Gazeta", G1, GE e GShow. Nos Estados Unidos, trabalhou como redator na sede da Norwegian International, em Miami.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo