Coluna Rodrigo Teixeira

Bom humor é receita para sucesso na internet

Depois de passar necessidades, o influenciador Átila Ângelo o sorriso para vencer as adversidades

O influenciador Átila Ângelo, de 20 anos, sempre teve uma vida difícil. Ele, a mãe e a irmã, de 15, que são de Limoeiro do Norte, no interior do Ceará, sobreviviam com o dinheiro da pensão que de 200 reais que o pai pagava para os dois filhos, mais um pequeno valor do Bolsa Família, e o dinheiro de faxinas que a matriarca fazia. Quando sua mãe ficou doente, ele teve que ser o chefe da casa e passou a publicar vídeos.

Atila tinha 900 seguidores quando começou a gravar os vídeos até que um deles, sobre a cidade de Limoeiro do Norte, viralizou. Atualmente, ele tem 116 mil seguidores no Instagram e 1 milhão no TikTok.

“A minha vida sempre foi muito sofrida. Passei muitas dificuldades. Minha mãe ficou doente por conta de tudo que a gente passou. Ela estava com depressão, em surto psicológico. Eu cuidava dela. E esses vídeos que me motivavam. Nas horas vagas, para fugir de tudo que estava acontecendo, eu fazia vídeos de maquiagem, de humor, imitando personagens. Graças a Deus, hoje, eu consegui reverter essa situação, consegui comprar móveis, consigo pagar as despesas da casa, os remédios da minha mãe. Basicamente, toda nossa renda vem do que ganho na internet”.

Ele continua recordando sua trajetória. “Quando ela adoeceu, eu tinha 17 anos. Era um adolescente que estudava, precisei virar o chefe da família. Nós mudamos de casa com apenas o dinheiro do Bolsa Família e da pensão que meu pai dava de 200 reais. Isso para sustentar nós 3, já que ela precisou parar de fazer faxinas. Meti a cara, cuidava dela, cozinhava, levava minha irmã para escola”.

Eles chegaram até a passar fome. “Eu ia almoçar na casa dos meus avós, mas minha mãe nem sempre ia”, recorda.

Hoje, Atila já teve vídeos compartilhados por vários famosos, como Anitta, a dupla sertaneja Maiara e Maraísa, Mari Fernandez e é seguido por famosos, como Mileide Mihaile e David Brazil. Ele também fatura alto com publiposts. “Foi tudo muito orgânico. Fui postando vídeos crescendo, ganhando visibilidade e viralizando. Meu diferencial são minhas publis que faço, que prendem o público. Foi isso, que a galera foi gostando”, comenta.

Nesse meio tempo, a irmã do influenciador engravidou aos 13 anos. O jovem passou a gravar também com o sobrinho. “Viralizei no TikTok vídeos com mais de 23 milhões de visualizações com ele”.

Átila começou a gravar vídeos bem antes de tudo acontecer. Ele tinha um canal no Youtube, mas teve que apagar porque a mãe, que é evangélica, não gostava de ver o filho com perucas e maquiagens. Aliás, desde criança, ele sabia que tinha vocação para o humor.

“Desde pequeno, mesmo antes de gravar vídeos, eu já fazia muita palhaçada. Sempre fui muito bem-humorado, alto-astral. Aonde eu chego, gosto de fazer as pessoas felizes. Isso me deixa feliz. Gratificante quando uma pessoa diz para mim que se sente melhor, que eu melhorei o dia dela por conta dos vídeos que gravo”, finaliza.

Rodrigo Teixeira

Repórter com mais de 13 anos de carreira. Formado em jornalismo pela Estácio de Sá e pós graduado em Metodologia do Ensino Superior pela Escola do Legislativo do Estado do Rio de Janeiro (Elerj). Com experiência em diversos segmentos do jornalismo, entre eles, no meio corporativo, artístico, e no poder público. Com passagem pelas redações dos maiores portais de internet do país, inclusive á produziu conteúdo para o portal iG. Experiência de gestão, redação e projetos especiais para o on-line dos Jornais O Dia e Meia Hora. Web Repórter da Rede TV, na sucursal do Rio de Janeiro e correspondente do programa "Tô na Fama", da Rede TV do Tocantins.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo