Influenciadores

Brasil é líder mundial no mercado de influenciadores; empresário do ramo, Leandro Santos comenta cenário

Leandro Santos cita exemplo da influenciadora Gkay e comenta como o mercado de influenciadores mudou o cenário da publicidade

Uma pesquisa divulgada pela Nielsen, publicada no portal Valor Econômico, mostrou que o Brasil bateu recorde de influenciadores. Atualmente, o número desses profissionais no país passa de 10 milhões com pelo menos 1 mil seguidores. Junto com esse aumento na quantidade de criadores de conteúdo digital, muda também o cenário da publicidade.

De acordo com Leandro Santos, empresário do ramo, as pessoas que trabalham com a criação de conteúdo digital exercem o chamado “marketing de influência”. Eles seguiram o ritmo do crescimento da internet e fizeram esse novo cenário se tornar um mercado lucrativo. Leandro frisa ainda que, durante a pandemia de Covid-19, o mercado de influência e o número de influenciadores passaram por uma positiva virada de chave.

“Depois de 2020, vimos um crescimento gigantesco no empreendedorismo digital. As pessoas perceberam que esse era um mercado promissor. No marketing digital, quando coloco um produto ou serviço na internet, tenho milhares de clientes, mas também tenho como alcançar milhares de possíveis clientes. Para isso é necessário conhecer o seu produto, estabelecer metas e saber onde quer chegar”, disse.

“Deve-se somar o tempo, dinheiro e conhecimento para investir. A internet dá um mar de possibilidades, mas não adianta remar sem saber aonde está indo. Além disso, a comunicação deve ser simples, direta e verdadeira”, ressaltou.

Leandro cita como exemplo o caso da influenciadora Gkay, um sucesso de público. Todos os anos, ela ganha notoriedade com sua festa de aniversário, chamada “Farofa da Gkay”. Mas, em 2022, ela reverteu o evento em uma grande jogada de marketing e fez com que todos os olhos estivessem voltados para sua realização.

“A Gkay transformou algo que ninguém tinha pensado antes em um evento comentando a nível nacional. Com isso, conseguiu elevar ainda mais o próprio nome, afinal, ela é uma influenciadora digital e seu lucro está ligado à sua evidência. Ela é uma marca. A Farofa da Gkay nada mais é que uma inovação, e o empreendedorismo no digital é essa busca por inovar e entrar no mercado com algo até então não visto. Nisso, ela nos deu uma aula de como fazer”, comentou.

Leandro comenta que, para ter sucesso nessa área, é importante saber transformar o próprio público em divulgadores.

“É importante saber que o público, além de consumidor, também se torna um divulgador do seu produto. Com o avanço das redes sociais, uma simples foto nos stories se torna uma publicidade. A internet ampliou as possibilidades da divulgação das marcas, e trouxe também poder aos consumidores. É uma grande evolução, e devemos nos adaptar a ela, porque esse mercado só tem a crescer”, concluiu.

Gabriella Vivere

Gabriella Vivere, tem em seu currículo um vasto conhecimento tanto na comunicação, quanto em gestão de empresas. Além de jornalista, em seus mais de 15 anos de experiência em conectar pessoas e empresas, ela também é especialista em vendas, grandes marcas, commodities e mercado internacional. A paixão por comunicação surgiu após trabalhar em uma agência multinacional de notícias. Seu talento e expertise com novos negócios lhe deram visão para ampliar suas conexões e experiências profissionais. Assim, abriu sua própria agência de comunicação, assessoria de imprensa e marketing, a Vivere Press, onde acompanha de perto todos os processos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo