Curiosidades

Chegou a hora de dizer Eu Fui! As pulseiras do Rock in Rio estão de volta em formato NFT – colecionáveis e eternas

Repleta de momentos históricos, a edição do reencontro do Rock in Rio vai ficar marcada para sempre na memória do público que passou pela Cidade do Rock. Na data em que marca um mês dos shows e apresentações icônicas que aconteceram nos sete dias de festival, o Rock in Rio anuncia mais uma novidade exclusiva para as pessoas que vivenciaram este momento tão emblemático, em uma nova forma de dizer “EU FUI!”. Ciente de que as antigas pulseirinhas eram muito queridas pelos fãs, o maior festival de música e entretenimento do mundo embarca no universo das NFTs (non-fungible tokens) e lança hoje, em parceria com a Block4, sua primeira arte digital, inspirada nos antigos ingressos. Trazendo uma evolução deste item de recordação, em uma linguagem totalmente inovadora e mais divertida, foram desenvolvidos sete modelos personalizados de NFTs das pulseirinhas, com identidades únicas que representam cada um dos dias de Rock in Rio, que poderão ser guardadas para sempre, além de serem facilmente compartilhadas.

“A cada edição o Rock in Rio vem se inovando cada vez mais. Temos nos aliado às novas tecnologias que estão surgindo pois sabemos do enorme potencial e alcance que possuem. Em agosto, um pouco antes do festival, anunciamos a chegada do Rock in Rio ao Metaverso com um mapa exclusivo no Fortnite. Hoje, estamos entrando no universo das NFTs, um desejo antigo que tínhamos e estamos muito felizes de realizar”, comemora Luis Justo, CEO do Rock in Rio. E, complementa, “Sabemos que as pulseiras eram especiais para os nossos fãs e que eles as guardavam como uma espécie de recordação do festival. Inclusive, há sempre um sentimento de nostalgia muito forte ligado ao festival, tanto que também já tivemos a lama de 1985 como souvenir da Cidade do Rock. Foi pensando justamente nessa emoção que desenvolvemos nossa primeira arte digital inspirada nos antigos ingressos, para manter vivo o forte sentimento de memória e nostalgia que as pulseiras carregam.” conclui Justo.

A Block4 é uma fantech que cria e gerencia plataformas de colecionáveis digitais com foco no relacionamento com fãs. Essa parceria promoveu a atuação operacional que possibilitou a criação e veiculação dos NFTs. As NFTs serão exclusivas para quem compareceu ao festival na edição do reencontro, não terão custo para serem adquiridas e estarão disponíveis na plataforma rockinrio.tibs.app. Para o usuário resgatar a pulseira correspondente ao dia ou aos dias que foi ao Rock in Rio, ele receberá, por meio do e-mail cadastrado na ingresso.com, códigos únicos, pessoais e intransferíveis, que não poderão ser comercializados. O usuário deverá acessar o link de resgate enviado no e-mail, fazer o cadastro na plataforma com seus dados pessoais, incluir o código único de resgate e, assim, terá sua pulseira disponibilizada. O resgate das NFTs ficará disponível na plataforma até o dia 11 de novembro, às 23h59. Logo em breve, os proprietários dos colecionáveis também poderão realizar transações por meio da plataforma TiBS, negociando com colecionadores interessados e atuando no mercado de NFTs.

As pulseiras digitais chegam como o mais novo item colecionável do Rock in Rio. Com a entrada do festival no universo das NFTs, os fãs terão mais uma oportunidade de perpetuar e compartilhar suas lembranças em torno do Rock in Rio, podendo ultrapassar gerações. Cada uma das sete pulseiras desenvolvidas tem uma temática diferente. Aqueles que foram no dia 2 de setembro, que tinha IRON MAIDEN como headliner, receberão uma NFT inspirada na frequência das guitarras das maiores bandas de rock da geração. Os que foram no dia 3, com Post Malone como principal atração, ganham uma pulseira com estilo irreverente, para os que gostam de experimentar toda a liberdade sonora e corporal que a música tem a oferecer. Já os fãs que foram no dia 4, em que Justin Bieber foi o grande destaque, terão um item que exprime a originalidade, estilo, atitude e a essência cativante dos artistas que subiram aos palcos do festival para fazer história e não deixar ninguém parado.

Já a arte desenvolvida para o dia 8, em que Guns n’ Roses foi o headliner, quebra padrões e tem uma alma hardcore, com um design marcante e subversivo, tudo a ver com a contracultura. A NFT que representa o dia 9, com Green Day como atração principal, é inspirada em visual todo preto, com cabelo com franja, ao som das bandas que marcaram a história. A pulseira digital do dia 10, com Coldplay como o grande destaque da noite, traz toda a vibração e a animação das atrações que ocuparam os palcos do festival na data. Por último, a arte do dia 11, que teve Dua Lipa como headliner, foi feita em homenagem às atrações incríveis que contagiaram o público, mostrando toda a potência feminina.

Thiaggo Camilo - @thiaggocamilo

Jornalista e assessor de imprensa. Foi jurado do quadro musical do programa Mais Show com Danny Pink na Rede Vida. Colunista do Tô Na Fama!, portal parceiro de conteúdo do IG. Atualmente está a frente da sua agência de comunicação e licenciamento. Redes sociais @thiaggocamilo | @thiaggocamilopress

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo