Beleza

De Kim Kardashian a Deolane Bezerra, famosas aderiram cirurgia íntima; Dr. Esmail Safaddine explica procedimento

Além do benefício estético, o procedimento pode também beneficiar a saúde da mulher, de acordo com o Dr. Esmail Safaddine, médico cirurgião plástico

Uma pesquisa Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética (Isaps, na sigla em inglês) mostrou que o Brasil é líder mundial em cirurgias íntimas femininas. Dados coletados mostram que, no país, 20.334 mulheres passaram pelo procedimento. Até mesmo famosas como Deolane Bezerra, Maíra Cardi, Jada Smith, Gretchen e Kim Kardashian já falaram abertamente sobre terem feito o procedimento. A intervenção tem o objetivo de melhorar a autoestima e a qualidade de vida.

O cirurgião plástico Dr. Esmail Safaddine comenta que essa cirurgia plástica é indicada para pacientes que sofrem com o tamanho dos lábios vaginais, sentem dor na relação sexual ou têm problemas de autoestima por questões íntimas. Ele explica que essa condição pode atrapalhar tanto a saúde física da mulher, quanto emocional.

“Por meio da cirurgia íntima feminina, podemos reduzir o tamanho dos lábios vaginais e, assim, permitir que as pacientes não se preocupem mais com qualquer desconforto. Essa intervenção também é chamada de ‘ninfoplastia’, e a procura por ela tem crescido cada vez mais. Muitas mulheres deixaram de enxergar como tabu, e passaram a perceber os benefícios para a saúde”, explicou.

O Dr. Esmail Safaddine explica que a cirurgia é feita com anestesia, para que a paciente durma durante a operação. A sedação também pode ser local, e nesses casos a alta pode acontecer no mesmo dia. São retirados os excessos dos pequenos lábios e essa parte da região íntima é refeita. O cirurgião plástico informa ainda que as cicatrizes são discretas. Já no caso dos grandes lábios, se a intensão é reduzir, o problema pode ser resolvido por lipoaspiração, feita por pequenas cânulas.

“A decisão de qual parte será mudada é tomada junto com o cirurgião. A cirurgia é pensada tanto pelo benefício estético, quanto em função da saúde da região íntima. Depois, aconselho minhas pacientes a evitar roupas apertadas e passo procedimentos de higiene para serem feitos no período de recuperação. A cicatrização ocorre em 30 dias, e em 90 pode ser visto o resultado final”, concluiu.

Gabriella Vivere

Gabriella Vivere, tem em seu currículo um vasto conhecimento tanto na comunicação, quanto em gestão de empresas. Além de jornalista, em seus mais de 15 anos de experiência em conectar pessoas e empresas, ela também é especialista em vendas, grandes marcas, commodities e mercado internacional. A paixão por comunicação surgiu após trabalhar em uma agência multinacional de notícias. Seu talento e expertise com novos negócios lhe deram visão para ampliar suas conexões e experiências profissionais. Assim, abriu sua própria agência de comunicação, assessoria de imprensa e marketing, a Vivere Press, onde acompanha de perto todos os processos.
Botão Voltar ao topo