Noticias

Dra. Nathállia Pires alerta que as altas temperaturas de Rondônia podem afetar estratégias de emagrecimento

Especialista em nutrição explica como se adaptar de maneira inteligente e saudável

O calor intenso característico de Rondônia pode ser um fator que influência a busca pelo emagrecimento na região. Em contrapartida à crença popular de que baixas temperaturas aceleram o metabolismo, o calor excessivo pode gerar desafios únicos para aqueles que buscam perder peso.

Enquanto em locais de climas frios o corpo naturalmente acelera o metabolismo para manter a temperatura corpórea adequada, o calor excessivo demanda um esforço do organismo para dissipar calor e manter-se fresco. A nutricionista e especialista em emagrecimento, Dra. Nathállia Pires explica: “O corpo reage ao calor e tenta resfriar-se, o que não necessariamente aumenta o gasto calórico. Ao contrário, pode levar à perda de apetite e redução da energia para atividades físicas.”

Enquanto a busca por planos de dietas e atividades físicas intensas é mais comum em climas mais amenos, é essencial considerar o impacto do calor na abordagem de emagrecimento. A Dra. Nathállia Pires alerta que “a desidratação pode ser um problema sério em climas quentes, o que prejudica o desempenho físico e a regulação do apetite. Manter-se hidratado e escolher alimentos leves e refrescantes é crucial.”

“O corpo pode tender a preferir alimentos mais leves e frescos, como saladas e frutas”, sugere a especialista. Isso, por sua vez, pode oferecer uma oportunidade para adotar uma dieta mais equilibrada, e apoiar os objetivos de emagrecimento.

Em relação às dietas da moda, que frequentemente promovem restrições alimentares extremas, a nutricionista é enfática: “O foco deve estar na mudança de comportamento alimentar sustentável, e não em exclusões extremas que podem privar o corpo de nutrientes essenciais. O emagrecimento saudável envolve escolhas inteligentes e moderação.”

A nutróloga enfatiza a importância da adaptação das estratégias de emagrecimento às condições climáticas de Rondônia: “Hidratação constante, escolha de alimentos refrescantes, atividade física regular e uma abordagem equilibrada são fundamentais para alcançar resultados de emagrecimento bem-sucedidos nesse clima quente.”

“Em vez de lutar contra o calor, é possível trabalhar com ele para alcançar um emagrecimento saudável e sustentável”, finaliza a Dra. Nathállia Pires.

Gabriella Vivere

Gabriella Vivere, tem em seu currículo um vasto conhecimento tanto na comunicação, quanto em gestão de empresas. Além de jornalista, em seus mais de 15 anos de experiência em conectar pessoas e empresas, ela também é especialista em vendas, grandes marcas, commodities e mercado internacional. A paixão por comunicação surgiu após trabalhar em uma agência multinacional de notícias. Seu talento e expertise com novos negócios lhe deram visão para ampliar suas conexões e experiências profissionais. Assim, abriu sua própria agência de comunicação, assessoria de imprensa e marketing, a Vivere Press, onde acompanha de perto todos os processos.
Botão Voltar ao topo