Noticias

É Ouro! Globo recebe selo mais alto em programa que mensura emissões de gases do efeito estufa

Pelo segundo ano consecutivo, a companhia é a única do setor de comunicação a receber o Selo Ouro do Programa Brasileiro de emissões GHG, que comprova a redução das emissões de GEE por meio da compensação de carbono e atende a critérios de transparência na publicação de dados segundo o GHG Protocol

Pelo segundo ano consecutivo a Globo recebeu o Selo Ouro do Programa Brasileiro de emissões GHG para o seu inventário completo de emissão de gases de efeito estufa (GEE), referente ao ano de 2022, com verificação de terceira parte. A certificação atesta que a empresa atende aos mais altos critérios de transparência na publicação de seu inventário de gases de efeito estufa, responsáveis pelo aquecimento global e consequentes mudanças climáticas. A Globo é a única empresa brasileira de comunicação e mídia que consta na lista com o Selo Ouro.

‘É um orgulho imenso sermos aferidos por um selo tão respeitável comprovando que levamos a sério a nossa responsabilidade e sustentabilidade corporativa’, afirma Mauricio Gonzalez, diretor do Centro de Serviços Compartilhados da Globo. ‘A preocupação e o compromisso da Globo com o meio ambiente são constantes e o nosso objetivo é engajar cada dia mais a sociedade em temas tão importantes e necessários para um futuro melhor. O reconhecimento fala muito sobre o que a Globo representa e as questões que se envolve, fazendo diferença todo dia’, declara o executivo. 

Tendo a Biodiversidades e a Consciência Ambiental como um de seus compromissos da Agenda ESG 2030, a Globo é carbono neutra desde 2019 e está alinhada ao compromisso brasileiro no Acordo de Paris, que determina o ano de 2030 como data alvo para atingir as metas de redução das emissões de gases de efeito estufa. A companhia tem como meta reduzir suas emissões de GEE em 30% até 2030, sendo que esse objetivo tem relação com os escopos 1 (emissões diretas liberadas pela empresa), 2 (emissões referentes ao uso de energia) e 3 (emissões indiretas da empresa).  

A empresa possui diversas iniciativas para atingir este objetivo, como consumir 99% de energia renovável, inclusive com geração própria a partir de energia solar. A companhia possui estações de tratamento para água dentro dos Estúdios, que recebem efluentes tanto de origem sanitária quanto industrial. Recentemente, aprovamos investimento que somam R$10 milhões, já em execução, para implantação de nobreaks em seu sistema elétrico dos Estúdios Globo para que estes equipamentos suportem programas ao vivo sem a necessidade de uso de Geradores a diesel como fonte primária, de forma a evitar a emissão de 323 tCO2 por ano. 

Thiaggo Camilo - @thiaggocamilo

Jornalista e assessor de imprensa. Foi jurado do quadro musical do programa Mais Show com Danny Pink na Rede Vida. Colunista do Tô Na Fama!, portal parceiro de conteúdo do IG. Atualmente está a frente da sua agência de comunicação e licenciamento. Redes sociais @thiaggocamilo | @thiaggocamilopress

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo