Celebridades

Estreia hoje a série documental Se Eu Fosse Luisa Sonza na Netflix

Os dois lados da fama e do sucesso, exposição online, hate digital, saúde mental e os bastidores do álbum Escândalo Íntimo estão na série documental

Finalmente chega à Netflix, hoje (13), a série documental Se eu Fosse Luísa Sonza. A obra traz depoimentos inéditos e reveladores sobre a vida e o trabalho da artista. Luísa abre o coração e conta sobre a sua relação com a fama, saúde mental, amores e trabalho. A série tem participações especiais como a do humorista Whindersson Nunes, com quem foi casada e mantém uma relação de amizade. 

Os fãs (e os haters) vão saber mais sobre a produção do álbum Escândalo Íntimo e o processo criativo da cantora, que está presente em cada etapa do projeto. Luísa abre ao público os bastidores reais da estrada, dos estúdios no Brasil e nos Estados Unidos, fala sobre seus relacionamentos afetivos e cuidados com a saúde. “A música é um caminho para eu aguentar ser fraca do jeito que eu sou porque, quando deposito na música, o sofrimento não é em vão, vira uma letra”, depõe Luísa no documentário. Cada depoimento contribui para o público conhecer um outro lado de Luísa, que revela, além da artista poderosa nos palcos, as incertezas, aprendizados e inseguranças de uma mulher prestes a completar 25 anos.

Se Eu Fosse Luísa Sonza é uma série documental com 3 episódios, criada e produzida pela Conspiração/Hysteria, sob a direção de Isabel Nascimento Silva e produção executiva de Luísa Barbosa e Renata Brandão.

Sobre a Netflix:
A Netflix é um dos principais serviços de entretenimento do mundo. São mais de 247 milhões de assinaturas pagas em mais de 190 países com acesso a séries, filmes e jogos de diversos gêneros e idiomas. Assinantes podem assistir, pausar e voltar a assistir a um título quantas vezes quiserem em qualquer lugar e alterar o plano a qualquer momento.

Sobre a Conspiração:
A Conspiração é a produtora independente brasileira mais indicada ao Emmy Internacional. Vencedora do maior prêmio da TV mundial com A Mulher Invisível (Melhor Comédia) é também realizadora de séries como Sob Pressão (TV Globo), Magnífica 70 (HBO), 1 Contra Todos (FOX) e Reality Z (Netflix). No cinema, participou dos festivais de Cannes, Berlim, Veneza, Toronto e foi responsável pelos sucessos de bilheteria Vai Que Cola, Eu Tu Eles e 2 Filhos de Francisco – indicação oficial do Brasil ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro.

Thiaggo Camilo - @thiaggocamilo

Jornalista e assessor de imprensa. Foi jurado do quadro musical do programa Mais Show com Danny Pink na Rede Vida. Colunista do Tô Na Fama!, portal parceiro de conteúdo do IG. Atualmente está a frente da sua agência de comunicação e licenciamento. Redes sociais @thiaggocamilo | @thiaggocamilopress

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo