Beleza

“Gerenciar o processo de envelhecimento envolve uma série de cuidados”, aponta a Biomédica Esteta, Dra. Flavia Rocha

Envelhecer é um processo natural, que faz parte do ciclo da vida e é inevitável. Porém, não é raro que as muitas mudanças – seja na rotina, no corpo ou na mentalidade – típicas dessa fase costumem causar transtorno para o idoso e seus familiares.

Aceitar que existem limitações que não podem ser ignoradas (pois, caso contrário, podem surgir riscos para a saúde) é o primeiro passo para quem deseja saber como lidar com a velhice e passar por esse processo com qualidade de vida.

Porém, um grande aliado anti-idade são os procedimentos estéticos que estão cada vez mais presentes e modernos, ajudando tanto na saúde quanto na estética e na prevenção do envelhecimento.

Então, pensando nisso, conversamos com a Biomédica Esteta Dra Flavia Rocha, especialista em procedimentos estéticos, e segundo ela, gerenciar o processo de envelhecimento envolve uma série de cuidados, além ser um campo amplo.

“São cuidados que passam desde o equilíbrio nutricional, emocional, e sem dúvida, os cuidados diários com nossa pele, ou seja, uma série de fatores, que quando bem administrados a partir de uma dose de amorosidade, resultam em harmonia, beleza e elegância, independe da idade”, conta a especialista.

“Minha prática na clínica Liv, sempre parte do princípio de iniciarmos por uma avaliação profunda e tecnicamente precisa. Tendo como objetivo compreender as necessidades singulares de cada pessoa. A partir disso, elaboramos protocolos específicos, associando técnicas e alta tecnologia na direção de um gerenciamento efetivo, que traga para cada um que nos procura a melhor versão de si. Os procedimentos estéticos, quando bem estudados e aplicados em associação, colaboram em uma melhora efetiva do aspecto da pele, a partir do aumento nos níveis da produção de colágeno, preenchimento e reestruturação dos contornos face”, acrescenta.

Muitas pessoas procuram os procedimentos estéticos para melhorar a autoestima, melhorar a estética. Na sua opinião, existem pessoas que procuram os procedimentos por não aceitarem que estão envelhecendo?

Dra. Flavia Rocha: É claro que em cada um nós habitam conflitos das mais diferentes origens. A problemática em torno do envelhecer, pode ser uma delas sim. Nessa direção, é fundamental estarmos acompanhados de profissionais que tenham discernimento de que tipo de demanda cada paciente chega para um tratatamento. Tendo conhecimento e condições de orientar quais são as perspectivas reais de resultado e se necessário encaminhando em paralelo para um cuidado multilateralizado com outros profissionais.

.

“Eu sempre digo que não há milagres, o que existe é um caminho de cuidado com nosso corpo na direção de encontrarmos o melhor de nós mesmos, o que não necessariamente se encaixa em padrões e exigências sociais. É fundamental estarmos advertidos dessas nuances.”

O Senado aprovou neste mês de julho, o Projeto de Pei (PL) 1.438/2022, que autoriza a prescrição de ozonioterapia como tratamento de saúde de caráter complementar em todo o país. Qual sua opinião profissional sobre esse procedimento?

Dra. Flavia Rocha: Adoro trabalhar com ozonioterapia como coadjuvante complementar em um tratamento de rejuvenescimento. O ozônio possui inúmeros benefícios para pele, e quando bem indicado, pode potencializar os resultados.

Além dos bioestimuladores, quais outros procedimentos mais utilizados para gerenciar o envelhecimento?

Dra. Flavia Rocha: O grande segredo está na associação de técnicas e na atuação em todas as camadas da pele! Para flacidez, gosto muito de trabalhar com o ultrassom micro e macrofocado Ultraformer III, agregado aos bioestimuladores. O Ultraformer, além de estimular o colágeno, consegue fazer uma ancoragem muscular, atingindo camadas que nenhum outro procedimento consegue!

Para qualidade de pele, trabalhamos com lasers, skinbooster e os inovadores biomoduladores teciduais.

Além disso, temos o Endolaser que chegou com uma proposta inovadora para retração da pele e emagrecimento facial.

A biomédica explica ainda que todos esses tratamentos combinados possuem indicações de acordo com a necessidade de cada paciente. “Por isso sempre avaliamos minuciosamente a pele, assim elaboramos um protocolo único, estratégico e diferenciado”.

Jairo Rodrigues

*Jairo Rodrigues* Jornalista, apresentador e crítico de TV. Ao longo da carreira, passou por diversos programas e emissoras de TV. Escreve sobre a vida dos famosos e os bastidores da televisão desde 2016.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo