Música

Mauro Marcondes lança Canções Urbanas

(Dueto com Áurea Martins, homenagem à Copacabana, e arranjos de Leandro Braga e Lui Coimbra)

“CANÇÕES URBANAS” é o resultado das influências musicais e experiências de vida em metrópoles, com toda a diversidade urbanística, cultural e humana (e desumana) presente nas cidades brasileiras, do compositor Mauro Marcondes e de seus parceiros.

Os arranjos primorosos do maestro Leandro Braga e de Lui Coimbra, executados por músicos talentosos, deram um colorido especial às canções e acentuaram a riqueza de gêneros da música brasileira e a força e beleza dos ritmos da nossa ascendência africana.

“Copacabana, Terra de Ninguém”, a primeira faixa do novo álbum que irá para as plataformas digitais, ganhou versão em audiovisual.

A composição já sinaliza para esse universo de múltiplas facetas, abrindo espaço para um roteiro musical que mostra as “veias abertas” de uma sociedade ambígua e plural.

Mas, conforme não poderia deixar de ser, a música também rende homenagens aos 130 anos recentemente completados pela “Princesinha do Mar”. Além disso, foi por aquelas bandas que Mauro Marcondes passou boa parte da infância e adolescência.

Quarto álbum da carreira de Mauro Marcondes, depois de 03 cds e 10 singles lançados nas plataformas digitais, “Canções Urbanas” traz as participações especiais dos cantores Áurea Martins (na faixa “Era uma vez um anjo”) e, nos vocais, de Clarisse Grova, Jussara Louren ço, Telma Tavares, Ari Bispo e Marcos Sacramento (além de intervenções, em contrapontos, na faixa “Copacabana, Terra de Ninguém”, de Marcela Velon, Telma Tavares, Marcos Sacramento e Zéjorge).

Gravado, mixado e masterizado por João Ferraz, no Lontra Music, o álbum tem projeto gráfico de Fernando Leite e fotos de Felipe Camara e Mariza Lima. “Canções Urbanas” tem produção executiva de Mauro Marcondes, produção e direção musical de Leandro Braga.

Com arranjos de Leandro e Lui Coimbra, além da participação dos músicos: Hudson Santos (violão/ guitarra), Pedro Aune (baixos acústico e elétrico), André Siqueira e Jovi Joviniano (percussão), Leandro Braga (piano), do Quarteto de Cordas formado por Willian Doyle 1ºviolino), Stephanie Doyle (2º), Denis Rangel e Nayara Tamarozi (violoncelo), Luis Barcelos (bandolim/ cavaquinho), Andrea Ernest Dias e Naomi Kumamoto (flautas), Rui Alvim (clarinete), Jeferson Souza (fagote), Aquiles Moraes (tro mpete), Everson Moraes (bombardino), Lui Coimbra (violão/violoncelo), e Bernardo Marcondes (violão gravado por Matthew Ramemam, no estúdio The Green Room, Rochester, NY, USA).

  • Este álbum é fruto de uma obra coletiva, e tenho muito a agradecer pela dedicação de profissionais talentosos como a grande cantora Áurea Martins que me presenteou com uma participação maravilhosa em “Era uma vez um anjo”; também grato aos parceiros cujas letras emocionam e dão vida às minhas composições. Márcia Toledo, Patrícia Secco, Solange Böeke, Paulo César Feital e ao mais constante, nos últimos anos, Zéjorge. Aos músicos e cantores que também me prestigiaram com sua arte e, claro, ao Lui Coimbra e Leandro Braga, diz Mauro.

O álbum, que sairá em formatos digital e CD “físico”, teve a ajuda de um coletivo de amigos ligados à música e à arte, escolhidos por Mauro, para votarem nas músicas de sua predileção.

A vasta e qualitativa obra do “cantautor” demandou um intenso trabalho para criar a identidade do álbum e a escolha de seu repertório. Numa primeira etapa se organizou um “balaio musical” mais enxuto para, posteriormente, culminar na votação democrática que resultou nesse roteiro definitivo de “Canções Urbanas”.

Tania Voss

Tânia Voss é jornalista formada, colunista social e assessora de imprensa. Tudo começou no Jornal Destaque do município de Taboão da Serra, na editoria de variedades com entrevistas de cantores e artistas famosos da época. Em breve, completará 35 anos de carreira e profissionalismo no Jornalismo. Desde a faculdade atua na área de variedades e especialmente com famosos. Começou escrevendo a Coluna do Gugu nos jornais impressos Popular da Tarde e Diário Popular, depois foi a primeira jornalista e colunista social ainda desconhecida a brilhar no famoso jornal do povão Notícias Populares, agitando o Brasil com suas manchetes bombásticas. Hoje no mercado existem livros e teses sobre o trabalho da jornalista quando trabalhava nos anos 90 no NP. De lá pra cá foi jurada em programas de TV, programas de rádio com notícias de famosos, troféus e homenagens. Como colunista escreveu e representou a Revista Raça Brasil e Raça Visual, por todo o Brasil e exterior.. Colunas em várias revistas, jornais, sites e atualmente assina uma página de famosos no site Cartão de Visita do Portal R7, tem o blog Universo da Fama, além de participações no site da Rede Brasil . As casas mais badaladas, restaurantes, bares, festas, lançamentos, shows, entrevistas, eventos sociais em geral, coletivas de imprensa, bastidores e tudo sobre o meio artístico você vai encontrar aqui. @tania.voss
Botão Voltar ao topo