Noticias

Nutrologia integrativa: Dra. Angelina Zapponi explica que alimento que para uns é vilão, para outros pode ser mocinho além de ter o poder de curar

Investigando a causa do problema de saúde, a nutricionista acredita no tratamento e reversão de alguns casos de doenças

Nutricionista integrativa, a Dra. Angelina Zapponi se formou com apenas 21 anos, no final de 2002, pela Universidade Anhembi Murumbi, em São Paulo. No início da experiência ao sair da faculdade, a profissional da saúde decidiu ir atrás dos sonhos: atender em um consultório e conseguir mostrar aos seus pacientes que o alimento não é um vilão. “O alimento pode adoecer, mas também curar alguém”, afirma ela, com exclusividade à coluna.

Na mesma época, Dra. Angelina começou a buscar por uma oportunidade de estágio ou emprego em sua área, mas enfrentou alguns obstáculos pela falta de experiência. Foi em 2009, após fazer uma pós-graduação em Nutrição Clínica Funcional, que as portas começaram a se abrir.

“A Nutrição Clínica Funcional é uma vertente que busca tratar os desequilíbrios a nível celular e mostra de maneira comprovadamente científica que o alimento pode adoecer ou curar uma pessoa. A partir daí tudo começou a fazer mais sentido para mim”, diz Zapponi.

Todos os pacientes de Angelina Zapponi surgiram através da sua determinação e trabalho diferenciado. A doutora ressalta também que, em 2002, foi uma época mais limitada na hora de divulgar o seu trabalho por não existir tantas possibilidades de divulgação.

“Não tive um pai rico ou amigos médicos que podiam me apresentar pacientes, mas eu acreditava que ia dar certo. Para abrir meu consultório, vendi meu carrinho conquistado com muito esforço, financiado em 60 parcelas e recém quitado para pagar pelo menos seis meses de aluguel antecipado enquanto me virava atrás de paciente para pagar o restante”, conta Angelina Zapponi.

Em seguida, a nutricionista comemora a mudança que passou a acontecer em sua carreira: “De um paciente que tinha a cada 15 dias, se transformou em um por semana, depois dois, três, até ir crescendo. Fico feliz porque minha agenda começou a encher bastante por mérito meu mesmo porque nessa época nem tinha Instagram, não tinha ferramenta para divulgar o trabalho, era tudo boca a boca e indicação.”

Quem trabalha com a saúde nunca pode parar de estudar, é o que acredita a Dra. Angelina Zapponi. Por conta disso, além de começar a treinar crossfit, ela decidiu se dedicar a outras pós-graduações, como Bioquimica e Metabolismo no Esporte, além de especializações em Biofísica Quântica e Saúde Integrativa:

“Não quero ser somente mais uma nutricionista, então como ser uma profissional diferenciada sem fazer o que todo mundo faz? Estudando e pensando além da caixa. Quando comecei a entender de maneira mais complexa como o corpo humano funciona, passei a levar para a prática clínica”, comenta.

De acordo com a profissional, a nutrição é a medicina do futuro, pois atua na prevenção de doenças, assim como corrige diversas patologias. “Embora a nutrição não cure todas as doenças, nada se cura sem a nutrição”. Ela constitui o pilar básico para o bem-estar físico e mental do ser humano.

“Cada célula do nosso corpo depende de 44 nutrientes diferentes e conhecidos para funcionar bem todos os dias, imagina o quanto a nossa alimentação tem que ser variada em qualidade nutricional, não só quantidade? Na natureza, não existe nenhum alimento nutricionalmente completo, cada um tem um pouco a oferecer. Através dos últimos anos, fui me especializando cada vez mais no ser humano e entendendo que o indivíduo é único”, declara.

Tratando as doenças na raiz

Angelina Zapponi explica ainda que a nutrição funcional busca utilizar o alimento como remédio, um fator importante para tratamento de doenças. Já a nutrição integrativa, investiga a causa do problema.

“Quando a gente consegue identificar causas, a gente consegue tratar na raiz do problema e as vezes reverter casos. Por exemplo, cisto na mama. De onde surgiu? Normal é diferente de comum, então sempre me questiono muito e essa conduta de certa forma deixa o paciente mais seguro. Gosto de explicar tudo e faço até desenhos, por que gosto que o paciente tenha autonomia sobre a saúde dele e não fique refém”, conta a nutricionista, que possui 80% do público feminino em seu consultório, nas faixas entre 25 e 45 anos.

Em julho de 2023, a nutricionista foi convidada para palestrar em um congresso internacional de nutrição integrativa. Além disso, possui um programa chamado “De Bem Com Você”, para que a pessoa se sinta bem com ela mesma, com relação a energia, performance cognitiva, foco e, além disso, possa emagrecer.

“Lancei inicialmente um grupo no Whatsapp, com dicas básicas, mas para a minha surpresa mais de 600 pessoas se cadastraram. Fiz então uma aula online ao vivo de 3 horas para falar de maneira mais aprofundada. Foi muito legal, me acendeu uma luz, e agora em setembro vou lançar a segunda edição, no dia 23, um evento online de um dia inteiro. Selecionei um time composto por nutricionistas, duas médicas, psicólogo, dentista além de mim para falar de forma mais abrangente sobre os pilares da saúde integrativa. Foi uma maneira que vi de disseminar ainda mais a informação”, analisa.

Atualmente, a Dra. Angelina possui sua própria clínica e está aos poucos montando uma equipe que fale a mesma língua, que tenha a visão do indivíduo como um todo e uma conduta integrativa. “Tenho pavor de quem associa o nutricionista como um emagrecedor e não como um agente de saúde. Não me agrada ser vista como emagrecedora, afinal de contas o emagrecimento é resultado de um equilíbrio interno. Quem pensa em ter saúde plena em relação a saúde mental, física e mental pode me procurar que será muito bem recebido”, finaliza.

Gabriella Vivere

Gabriella Vivere, tem em seu currículo um vasto conhecimento tanto na comunicação, quanto em gestão de empresas. Além de jornalista, em seus mais de 15 anos de experiência em conectar pessoas e empresas, ela também é especialista em vendas, grandes marcas, commodities e mercado internacional. A paixão por comunicação surgiu após trabalhar em uma agência multinacional de notícias. Seu talento e expertise com novos negócios lhe deram visão para ampliar suas conexões e experiências profissionais. Assim, abriu sua própria agência de comunicação, assessoria de imprensa e marketing, a Vivere Press, onde acompanha de perto todos os processos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo