Famosos

“O celular não é como cigarro, é como alimento”, diz especialista em dependência tecnológica

Escritor Fábio Nudge Pereira compartilha visão sobre consciência digital e o uso responsável da tecnologia

Em uma época em que a tecnologia permeia todos os aspectos de nossas vidas, a busca pela consciência digital e pelo uso equilibrado destes dispositivos tornou-se uma questão vital. Fábio Nudge Pereira, autor do livro “Consciência Digital”, concedeu uma entrevista exclusiva à coluna, revelando sua jornada e perspectiva sobre o assunto. Sua próxima obra, intitulada “Assuma o controle das suas telas: Como dizer não para a sobrecarga de informação, melhorar a produtividade e usar a tecnologia a seu favor para ter mais tempo para você”, tem previsão de lançamento para setembro de 2023.

Nudge, que também é autor da obra “Seja Imperfeito”, compartilhou suas origens humildes. Sua aspiração nasceu de um sonho que floresceu desde a infância: “Sou natural de uma cidadezinha do interior da Paraíba, o que me fez crescer com o sonho de impactar pessoas. Nunca imaginei que chegaria a realizar esse sonho”, conta Fábio.

Questionado sobre o momento chave que o fez perceber seu poder de influenciar pessoas, Fábio compartilha uma história pessoal marcante: “Em um dos capítulos do livro, relato a gênese desse sonho. Na minha adolescência, meu padrasto informatizou a farmácia que administrava. O sistema implementado por ele permitia verificar o estoque de medicamentos sem a necessidade de conferir fisicamente nas prateleiras, além de efetuar automaticamente pedidos para reposição dos itens esgotados. Hoje, isso pode parecer simples, mas na década de 1990, quando as redes sociais e a extensa tecnologia de hoje eram inconcebíveis, essa automatização trouxe para mim uma visão do potencial que a tecnologia poderia ter em um futuro próximo”, relatou.

Ao abordar o papel das redes sociais na sociedade contemporânea, o autor oferece uma perspectiva equilibrada, estabelecendo um paralelo entre a tecnologia e a alimentação, onde justifica que a extensão dos danos está atrelada ao que é consumido: “Não é viável categorizar a tecnologia como exclusivamente benéfica ou prejudicial, pois essa avaliação é contextual. Depende de quando e por que a utilizamos”, argumenta o especialista.

“Algumas pessoas comparam o celular ao cigarro. Eu discordo. Para mim, o celular e a tecnologia são como alimentos. É fundamental entender o que estamos consumindo, uma vez que, dependendo de nossos objetivos, a tecnologia pode ser benéfica em âmbitos pessoais e profissionais. No entanto, também é possível utilizá-la de maneira inconsciente, o que pode levar a arrependimentos posteriores. Muitos perguntam como é possível fazer essa avaliação. A resposta está na autoanálise”, explica Fábio Nudge Pereira.

Além disso, o futurista demonstra uma de suas abordagens para alcançar a consciência digital e adotar um uso saudável da tecnologia é através da “analogia da balança”, que constitui uma das bases de seu método: “O primeiro passo em direção a essa consciência é nos colocarmos na balança e entendermos nosso peso digital. Quanto impacto temos neste mundo digital? Quantas horas passamos em frente às telas? Quais aplicativos frequentamos? Isso marca o início da conscientização, para que depois, possamos adotar mudanças de comportamento. Assim como alguém ao subir na balança e perceber que sofre de obesidade, compreendendo a necessidade de agir, a abordagem com a tecnologia é similar. Precisamos compreender o que consumimos e por quê, e então ajustar nossos hábitos de uso”.

Questionado sobre o público-alvo de suas obras, Fábio Nudge Pereira destaca seu compromisso com profissionais que enfrentam desafios tecnológicos no ambiente de trabalho. Ele mencionou sua colaboração com uma colega psicóloga, com quem desenvolve conteúdos para abordar temas como o burnout digital, sobretudo no contexto corporativo.

Seu relato revela uma abordagem equilibrada ao lidar com os dilemas da tecnologia, demonstrando também sua paixão por capacitar pessoas a adotarem uma consciência digital saudável. Sua história inspiradora continua a motivar indivíduos a encontrarem o ponto de equilíbrio entre a vida virtual e o mundo real.

Gabriella Vivere

Gabriella Vivere, tem em seu currículo um vasto conhecimento tanto na comunicação, quanto em gestão de empresas. Além de jornalista, em seus mais de 15 anos de experiência em conectar pessoas e empresas, ela também é especialista em vendas, grandes marcas, commodities e mercado internacional. A paixão por comunicação surgiu após trabalhar em uma agência multinacional de notícias. Seu talento e expertise com novos negócios lhe deram visão para ampliar suas conexões e experiências profissionais. Assim, abriu sua própria agência de comunicação, assessoria de imprensa e marketing, a Vivere Press, onde acompanha de perto todos os processos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo