EventosNoticias

Primeiro fundo para mulheres negras do Brasil completa três anos em jantar beneficente com Bela Gil e Paula Lima

Agbara já investiu mais de R$ 1 milhão e busca apoio da sociedade para dar continuidade ao seu trabalho e uma das ações será um jantar beneficente com Bela Gil e Paula Lima

No Brasil e no mundo é muito mais difícil ser mulher e esse quadro piora quando se é mulher, pobre e negra. Não é achismo. Os números confirmam: 44% das mulheres negras recebem menos do que homens brancos; 67% dos desempregados são pessoas negras; 47% das empreendedoras brasileiras são mulheres negras (na maioria das vezes, por falta de opção); 56% da população brasileira é negra, conforme dados levantados pelo Fundo Agbara, o Primeiro Fundo Filantrópico de Mulheres Negras do Brasil.

Criado durante a pandemia de Covid-19 para apoiar mulheres negras que sofreram mais que qualquer outro grupo com os efeitos da crise sanitária que assolou o mundo, o fundo já realizou mais de 2.500 atendimentos e investiu mais de R$ 1 milhão em mulheres negras.

A cada ano o Fundo Agbara realiza programas que atendem a centenas de mulheres, sendo que algumas, de forma bem próxima, com acompanhamento de até seis meses. A expectativa é fechar o ano de 2023 com R$ 1,5 milhão para apoiar o trabalho e projetos de mulheres negras e da comunidade LGBTQIAPN+, ampliando os atendimentos em 35%.

E dentre as iniciativas para angariar fundos, unir forças, potencializar e dar protagonismo para as mulheres negras, será realizado o JANTAR AGBARA – POTENCIALIZANDO MULHERES NEGRAS, no dia 06 de novembro (segunda-feira), às 19h30, no Espaço Wood, bairro do Brooklin, em São Paulo – SP.

A cientista social e pedagoga, Aline Odara, fundadora do Agbara e atual finalista do Prêmio Empreendedor Social 2023, afirma:

“A falta de políticas públicas e de acesso a serviços básicos no Brasil, como saneamento e saúde, agravou a situação das mulheres negras, evidenciando que essa população, além de ter a maior mortalidade por Covid que qualquer outro grupo, ocupou as maiores taxas de desemprego, teve menos acesso a crédito e foi a parcela da sociedade que mais teve seus negócios fechados”, analisa Odara, Diretora Executiva do fundo.

Ainda com o objetivo de promover a cultura de doação e dar visibilidade ao fundo, o jantar, que será para 200 pessoas, entre empresários, filantropos, figuras públicas e apoiadores, terá 60% de sua arrecadação destinada aos projetos e iniciativas para mulheres negras e 40% para a estrutura do fundo.

“Já realizamos muito, mas falta muito ainda. Queremos celebrar as conquistas oriundas de uma trajetória de trabalho árduo realizado por e para mulheres negras ao longo desses três anos de atuação, mas precisamos fazer isso unindo forças de apoiadores, parceiros, incentivadores e investidores. O Jantar Agbara é uma porta para potencializar mulheres negras no Brasil e dar visibilidade a esse trabalho. Esperamos, com isso, que uma porta abra outra que abrirá outra, e assim por diante”, fala Aline Odara.

UMA NOITE DE POTÊNCIAS – A palavra yorubá significa potência. E potência é o que não vai faltar neste evento. Bela Gil, culinarista e apresentadora de TV, também do conselho do Agbara, será a mestre de cerimônias. O jantar ficará por conta da chef Manoela Zarzur. E Paula Lima comandará o show musical.

Quem desejar apoiar a causa pode adquirir cotas de patrocínio ou comprar os convites para participar e prestigiar o jantar.  

SERVIÇO – JANTAR AGBARA – POTENCIALIZANDO MULHERES NEGRAS

Data: 06 de novembro – segunda-feira

Horário: 19h30 às 23h30

Local: Espaço Wood

Endereço: Rua Pássaros e Flores, n° 405, Brooklin – São Paulo – SP

Convites/reservas e outras informações: Sympla – https://www.sympla.com.br/evento/jantar-agbara-potencializando-mulheres-negras/2164248; (19) 9 9812-7613 (WhatsApp)

Realização: Fundo Agbara

SOBRE O FUNDO AGBARA – O Fundo Agbara, pioneiro como o Primeiro Fundo Filantrópico de mulheres negras do Brasil, foi fundado em 01 de setembro de 2020, em meio à pandemia de Covid-19 e, em três anos de existência, já atendeu a mais de 2.500 mulheres negras em todo o país com formações, assessorias e aportes financeiros. Sua missão é estabelecer um fundo filantrópico que sustente e fortaleça o exercício dos direitos econômicos de mulheres negras em toda a sua diversidade. Temos como valores o acolhimento, transparência, colaboração, ancestralidade e integridade. Conheça mais do Fundo Agbara em: https://fundoagbara.org.br/.

Thiaggo Camilo - @thiaggocamilo

Jornalista e assessor de imprensa. Foi jurado do quadro musical do programa Mais Show com Danny Pink na Rede Vida. Colunista do Tô Na Fama!, portal parceiro de conteúdo do IG. Atualmente está a frente da sua agência de comunicação e licenciamento. Redes sociais @thiaggocamilo | @thiaggocamilopress

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo