Noticias

Rock in Rio 2024: Festival anuncia o Dia Delas com Katy Perry, a artista mais pedida nas redes sociais, como headliner do Palco Mundo

Os fãs pediram e o Rock in Rio atendeu! Katy Perry, a artista mais desejada pelo público para se apresentar neste ano na Cidade do Rock, estará na edição que celebra os 40 anos do festival. A cantora, estrela do pop mundial, será a headliner do Palco Mundo, no dia 20 de setembro, com um show apoteótico repleto de hits como “I Kissed a Girl”, “Firework”, “Hot ‘n Cold”, “Dark Horse”, “Roar”, entre diversos outros. Também tem novidade no Palco Sunset, que esta edição chega ainda maior. O espaço vai receber a inconfundível voz da diva vencedora de dois prêmios GRAMMY e lenda da música global, Gloria Gaynor, conhecida por seu hino mundial, “I Will Survive”, que se prepara para retornar ao Brasil depois de uma década. Nessa mesma noite, a cantora IZA, fenômeno do pop brasileiro, será a responsável por encerrar o palco Sunset. Ainda no dia 20 de setembro a organização também confirma que as artistas já anunciadas, Ivete Sangalo e Angelique Kidjo, se apresentarão no Palco Mundo e no palco da Global Village, respectivamente.

Marcando a edição comemorativa dos 40 anos de história do Rock in Rio, o festival celebra a potência feminina ao anunciar o retorno do “Dia Delas”, com um line-up 100% feminino, em todos os palcos, no dia 20 de setembro. Essa é a segunda vez que o Rock in Rio reserva um dia inteiro exclusivamente para shows de artistas femininas — a primeira foi na edição do reencontro, em 2022.

“Estamos muito felizes em anunciar o Dia Delas no Rock in Rio 2024, reforçando nosso compromisso com a celebração da potência feminina na música. Sabemos que a própria indústria ainda carece dessa representatividade, exigindo um esforço significativo para atrair mais colaboradoras. Por isso, no dia 20 de setembro, vamos celebrar não apenas as artistas, mas todas as mulheres que contribuem nos bastidores e na organização para fazer o espetáculo acontecer”, declarou Roberta Medina, vice-presidente executiva da Rock World, empresa que criou, organiza e produz o Rock in Rio e o The Town. “A edição de 2022 foi marcada pelo sucesso extraordinário desse dia dedicado exclusivamente às talentosas artistas femininas nos palcos. Foi uma celebração vibrante e impactante, e estamos ansiosos para repetir esse feito em 2024, proporcionando ao público experiências memoráveis e empoderadoras. Vai ser um dia repleto de momentos icônicos e inesquecíveis e mal posso esperar para ver todo o público cantando e vibrando ao som de “I Will Survive” e “Firework””. finaliza.

No line-up deste dia emblemático, o Rock in Rio atendeu aos mais fervorosos pedidos de “Come to Brazil” já vistos. Katy Perry, a estrela mais desejada do público para a Cidade do Rock, marca o fim do hiato de seis anos sem vir ao país e será a headliner do Palco Mundo no Dia Delas. Com duas passagens memoráveis pelo Rock in Rio, em 2011 e em 2015, o nome da cantora era o mais requisitado nas redes sociais do festival, constantemente aparecendo nos assuntos do momento do “X”, antigo Twitter. A vinda ao Brasil vai emocionar os admiradores da cantora, chamados de KatyCats. A própria artista já falou que os brasileiros são muito apaixonados, sendo os fãs mais intensos e dedicados. Com uma carreira já bastante consolidada, com mais de 143 milhões de discos vendidos em todo o mundo, dezenas de premiações e feitos importantes nos charts musicais, o legado de Katy Perry é marcado não apenas pelos números impressionantes nas paradas, mas também por sua influência cultural e constante reinvenção artística. 

Já no Palco Sunset, a atração principal no Dia Delas é a dona de uma das vozes mais potentes do Brasil: IZA. A cantora, compositora e apresentadora, que fez shows inesquecíveis nas edições do Rock in Rio de 2017, 2019 e 2022, além do The Town, em 2023, vai levantar a Cidade do Rock com uma performance que será certamente inesquecível, repleta de hits, danças e muita potência. Antes de IZA subir ao palco, será a vez de Gloria Gaynor se apresentar no espaço. Há uma década sem pisar em solo brasileiro, Gloria é reconhecida mundialmente por sua poderosa voz e presença de palco magnética. No Rock in Rio, esta grande diva da música internacional fará parte de um momento que será memorável na Cidade do Rock: quando a multidão em frente ao Palco Sunset entoar em uma só voz o hino mundial “I Will Survive”. Além deste grande hit, Gloria Gaynor trará um repertório repleto de clássicos, que inclui “Can’t Take My Eyes Off You”, “Never Can Say Goodbye”, entre diversos outros.

A grande festa está marcada para acontecer nos dias 13, 14, 15, 19, 20, 21 e 22 de setembro de 2024, com 700 mil pessoas na Cidade do Rock. Será a celebração de 40 anos do Rock in Rio, o festival que colocou o Brasil na rota da cena musical do mundo, e que, em 2022, recebeu o título de Patrimônio Cultural Imaterial pela Cidade e Estado do Rio de Janeiro. Já são 22 edições realizadas, mais de 3.800 artistas escalados, mais de 11.2 milhões na plateia e mais de 130 dias de magia desde 1985. E, para 2024, os fãs podem aguardar uma festa especial, com novas experiências e vivências dentro da Cidade do Rock. Aqueles que não adquiriram o Rock in Rio Card, poderão garantir um lugar nesta edição que será histórica na venda geral de ingressos, que acontecerá no dia 11 de abril, às 19h, exclusivamente no site da Ticketmaster. E quem quiser estar na Cidade do Rock em 2024 precisa se planejar, já que neste ano o Rock in Rio Card esgotou em 2h04.

O público que adquiriu o Rock in Rio Card também já pode selecionar a data que deseja ir ao Rock in Rio. A escolha do dia é feita exclusivamente online através do site ticketmaster.com.br na seção Meus Pedidos, até o dia 3 de abril de 2024. Durante o período de troca, do dia 23 de janeiro até 3 de abril, o titular do Rock in Rio Card poderá escolher entre qualquer um dos dias do festival. Na programação, Imagine Dragons e Lulu Santos se apresentam no Palco Mundo no dia 14, enquanto Ed Sheeran, Joss Stone e Jão, fazem show no local no dia 19, e Katy Perry e Ivete Sangalo no dia 20. Já Gloria Groove faz show no Palco Sunset no dia 19, e IZA e Gloria Gaynor se apresentam no espaço no dia 20. No palco da Global Village, Angelique Kidjo faz show no dia 20.

São 40 anos de Rock in Rio em uma edição com muitas novidades, dentro e fora da Cidade do Rock

  

Este ano, o Rock in Rio vai celebrar quatro décadas de grandes encontros: entre artistas, a Cidade do Rock e seus fãs, entre amigos, famílias, ritmos e gêneros musicais. O público já pode começar sua contagem regressiva não apenas para a Cidade do Rock, mas para dias de festa ao longo do ano. 

Pela primeira vez, o Palco Sunset terá a mesma estrutura de palco e boca de cena que o Palco Mundo, que por sua vez receberá novidades na cenografia, oferecendo oportunidades de selfies e uma experiência visual dinâmica. Além disso, a Cidade do Rock terá uma nova área, o Global Village, destacando o compromisso do festival com a paz e diversidade cultural. Esta área imersiva contará com uma cenografia inspirada em ícones arquitetônicos mundiais, proporcionando uma experiência única aos visitantes.

O Rock in Rio também celebrará seus 40 anos com uma exposição interativa, um table book e um novo musical, que contará a história do festival e do Rio de Janeiro. O projeto, chamado Rock in Rio Originals, envolve a criação de Roberto Medina, direção musical de Zé Ricardo e direção artística de Charles Möeller.

O Rock in Rio já está se preparando para este momento e vendo a cidade abraçar a grande festa que acontece em setembro. No início do ano, o festival recebeu uma homenagem da Prefeitura do Rio no Réveillon da Praia de Copacabana, com uma apresentação da Nova Orquestra e do coral CarioCanto, e a Yup Star, a Roda-Gigante do Rio, também fez projeções referentes ao megaevento. O festival também contou com uma grande instalação artística de led, localizada na Lagoa Rodrigo de Freitas, que trouxe conteúdos sobre o festival e que homenageou e abrilhantou a Cidade Maravilhosa. 

No aniversário do festival, 11 de janeiro, foi a vez do Cristo Redentor abraçar esta edição que será histórica. O monumento foi iluminado com as cores azul, branco e vermelho, que remetem ao festival. A icônica guitarra, elemento marcante do festival, foi projetada logo ao centro do Cristo Redentor trazendo mensagens de paz, amor, alegria, união e esperança para o Rio de Janeiro.  

Sobre Katy Perry

Katy Perry é a artista feminina que mais vendeu na história da Capitol Records e uma das artistas musicais mais vendidas de todos os tempos, tendo acumulado 115 bilhões de streams, 70 milhões de álbuns vendidos em todo o mundo e 140 milhões de faixas vendidas, tornando-a a Top 25º artista em streaming no Spotify. Ela foi a primeira artista na história da RIAA a ganhar três RIAA Diamond Song Awards – por “Firework”, “Dark Horse” e pelo single 15x Platinum “Roar”. “California Gurls” (feat. Snoop Dogg) recentemente trouxe a Katy seu quarto Diamond Song Award. Quando os vídeos oficiais de “Dark Horse” e “Roar” ultrapassaram, cada um, três bilhões de visualizações, Katy se tornou a primeira artista feminina a atingir esse marco. Ela tem oito videoclipes com mais de um bilhão de visualizações cada.

O segundo álbum de estúdio de Katy, Teenage Dream (2010), inaugurou o que a RIAA reconheceu como a era com maior certificação de qualquer artista de todos os tempos. Além dos grandes sucessos “Firework” e “California Gurls”, o álbum 9x Platinum continha “E.T.” e “Teenage Dream” (single), que alcançaram, cada um, 10x o status Platinum.

Além de ser uma artista de sucesso global, Katy é uma defensora ativa de muitas causas filantrópicas. Como Embaixadora da Boa Vontade da UNICEF há mais de uma década, Katy tem usado a sua voz poderosa para garantir o direito de todas as crianças à saúde, à educação, à igualdade e à protecção. Katy também é uma defensora de longa data da igualdade LGBTQ+ e recebeu vários prêmios por seu trabalho, incluindo o Prêmio Herói do Projeto Trevor em 2012, o Prêmio Humanitário Audrey Hepburn da UNICEF em 2016, o Prêmio Nacional de Igualdade da Campanha de Direitos Humanos em 2017, o Prêmio de Coragem da amfAR em 2018, e a distinção Power of Women da Variety em 2021 por seu trabalho com sua própria fundação, a Firework Foundation, cuja missão é capacitar crianças de comunidades carentes, acendendo sua luz interior por meio das artes.

Tendo acabado de encerrar sua aclamada residência em Las Vegas, PLAY, Katy está atualmente em sua sétima temporada consecutiva como jurada no “American Idol”.

Sobre IZA

A diversidade de cantoras é imensa no Brasil. Nenhuma igual a IZA. Essa carioca de 33 anos pode ser definida como uma cantora pop que mistura suas inspirações na música nacional e internacional com letras que refletem sua brasilidade. E é exatamente isso o que ouvimos no single “Quem Sabe Sou Eu”, canção escrita por Pretinho da Serrinha, Gabriel Moura e Rogê, que chegou ao mercado em novembro de 2016 e consolidou a parceria desse fenômeno da internet com a gravadora Warner e a Agência de Música.

Em setembro de 2017, IZA lançou o clipe de “Esse Brilho É Meu”. A carreira de IZA decolou e, um mês depois, a artista lançou o single de trabalho “Pesadão”, em parceria com, Marcelo Falcão. O projeto “Pesadão” começou a ser divulgado durante a apresentação de IZA no Rock in Rio, quando a cantora chegou à Cidade do Rock com uma jaqueta estilizada com o título da faixa, para se apresentar ao lado de Ceelo Green. Em março de 2018, IZA lançou o segundo single do disco, “Ginga”, com a participação de Rincon Sapiência. Em abril, a cantora lançou “Dona de Mim” (Warner Music), o primeiro álbum da carreira. O álbum, inclusive, foi indicado ao Grammy Latino, no mesmo ano, na categoria “Melhor Álbum Pop Contemporâneo em Língua Portuguesa”.

Em 2019, IZA dividiu o tempo entre os palcos – com a turnê nova “Dona de Mim”, lançada em agosto – e a apresentação do ‘Música Boa Ao Vivo’, no Multishow, todas as terças-feiras. Ainda na TV, IZA estreou como a nova técnica do The Voice Brasil, da TV Globo. Em abril do mesmo ano, a cantora carioca lançou mais um single. “Brisa”, escrita por ela, Sérgio Santos, Ruxel e Pablo Bispo, ganhou um clipe gravado no litoral sul de São Paulo e que já conta com mais de 150 milhões de visualizações. A música recebeu o certificado Diamante 2X. Em agosto IZA disponibilizou uma nova faixa chamada “Meu Talismã”, que recebeu o certificado Platina 3X. O momento mais especial do ano, e da sua carreira, foi seu show, no Rock in Rio, em setembro, no palco Sunset.

IZA começou 2020 como rainha de bateria da Imperatriz Leopoldinense. Em outubro, IZA voltou como técnica do The Voice Brasil e foi a grande campeã da edição com o participante Victor Alves. Em 2021, lançou “Gueto”, single composto por ela em parceria com Sérgio Santos, Ruxel e Pablo Bispo, seus parceiros em muitas músicas. Ainda no mês de maio, IZA foi eleita pela revista Time como uma das personalidades líderes da próxima geração.

Em 2022, IZA lançou o single Fé, com um clipe dirigido por Felipe Sassi. No final do mês, a cantora se apresentou pela primeira vez no Rock in Rio Lisboa. No início de julho, foi a vez do show inédito em Luanda. No início de setembro, IZA lançou o projeto “Três”, que contou com 3 singles: Mole, Mó Paz e Droga. De surpresa, a cantora disponibilizou no dia 03, data do seu aniversário, um curta-metragem de mais de 8 minutos com as três canções. No dia seguinte, 04 de setembro, subiu ao Palco Mundo, do Rock in Rio, pela primeira vez. A cantora apresentou os grandes sucessos da carreira, os singles novos e No Woman No Cry, acompanhada de sua mãe no piano. IZA encerrou 2022 cantando pela primeira vez no Réveillon de Copacabana para mais de 2 milhões de pessoas. 

No Carnaval de 2023, IZA se apresentou pela primeira vez em um trio elétrico em Salvador. O bloco Foliassa, com patrocínio da Devassa, trouxe IZA cantando ao lado de Carlinhos Brown, Russo Passapusso, Jeff Moraes, Nêssa e Márcia Short. Também este ano, IZA voltou ao The Voice, só que dessa vez na versão Kids. Em julho, lançou o single e clipe de Fé nas Maluca, com participação especial de Mc Carol. Na sequência, no início de agosto, disponibilizou o tão aguardado segundo álbum, “AFRODHIT”, pela Warner Music. Em setembro, a cantora abriu o palco Skyline, no último dia do festival The Town, em São Paulo. Em novembro, IZA foi destaque no Grammy Latino, concorrendo na categoria “Melhor Interpretação Urbana em Língua Portuguesa” e foi a única artista brasileira a se apresentar na premiação, ao lado dos artistas Camilo, Manuel Carrasco e Edgar Barrera.

Sobre Gloria Gaynor

Gloria Gaynor é uma renomada cantora americana de música disco, reconhecida por sua poderosa voz e presença de palco magnética. Sua carreira musical decolou nos anos 1970, fazendo dela uma das artistas mais icônicas do gênero. O álbum “Never Can Say Goodbye” (1975) marcou o início do sucesso de Gloria Gaynor. No entanto, foi em 1978 que ela alcançou fama mundial com o lançamento do disco “Love Tracks”, que incluiu o hit atemporal “I Will Survive”. A canção tornou-se um hino para a comunidade LGBTQ+ e conquistou dois prêmios Grammy, nas categorias de Melhor Performance Vocal Feminina de R&B e Melhor Gravação Disco. “I Will Survive” também recebeu um Disco de Platina, refletindo seu impacto cultural duradouro.

Além disso, Gloria Gaynor foi uma das primeiras artistas a popularizar o gênero disco, contribuindo significativamente para sua aceitação mainstream. Seu legado na música disco foi reconhecido com sua inclusão no Dance Music Hall of Fame, em 2004.

Ao longo de sua carreira, Gloria acumulou uma série de prêmios e reconhecimentos, incluindo diversos American Music Awards e prêmios da indústria musical internacional. Seu sucesso estendeu-se para além das fronteiras dos Estados Unidos, consolidando sua posição como uma artista globalmente influente.

Gloria Gaynor não só marcou seu nome na história da música com seus sucessos inesquecíveis, mas também quebrou barreiras ao longo de sua carreira. Sua contribuição para a música disco e sua capacidade de transcender gêneros a transformaram em uma verdadeira lenda, inspirando gerações subsequentes de artistas. Mesmo após décadas de sua ascensão à fama, Gloria Gaynor continua a ser uma figura respeitada e admirada na indústria musical.

Sobre o Rock in Rio  

1984 marca o início das preparações para a primeira edição do evento idealizado por Roberto Medina e que hoje, 40 anos depois, é considerado o maior festival de música e entretenimento do mundo – o Rock in Rio. A história do evento se entrelaça com a do entretenimento no Brasil, sendo responsável por colocar o país na rota dos eventos internacionais, já que pela primeira vez, um país da América do Sul sediou um evento musical dessa magnitude. Em uma área de 250 mil m2, em Jacarepaguá, durante dez dias, 1 milhão e 380 mil pessoas foram iluminadas pela primeira vez e começaram a fazer parte do grande espetáculo. No palco — o maior do mundo na época, com 80m de boca de cena — 15 atrações nacionais e 16 internacionais. Originalmente organizado no Rio de Janeiro, o festival ganhou o mundo chegando a Lisboa (Portugal), onde é realizado até hoje, passando por Madrid (Espanha) e Las Vegas (USA). 

Desde a primeira edição, já gerou 265 mil empregos diretos e indiretos e, apenas na última, em 2022, um impacto econômico de mais de 2 bilhões na cidade do Rio de Janeiro. Também no ano passado, o Rock in Rio foi considerado patrimônio cultural imaterial do estado do Rio de Janeiro. Pelas Cidades do Rock, desde 1985, já passaram mais de 11.2 milhões de visitantes, que assistiram a 3.816 artistas em 130 dias de magia. Dentre os números gigantes do festival, mais de 64 milhões de pessoas alcançadas nas redes sociais apenas em 2022 e mais de 12 milhões de fãs online.  

Gerando impactos positivos nos países onde é realizado e consciente do poder disseminador da marca, o Rock in Rio pauta-se por ser um evento com o propósito de construir um mundo melhor para pessoas mais felizes, confiantes e empáticas num planeta mais saudável. Adotando e incentivando práticas que apoiam o coletivo, se une a empresas que possuem este mesmo olhar e diretriz. O festival investiu, junto com seus parceiros, mais de R$ 110 milhões em diferentes projetos, passando por temas como sustentabilidade, educação, música, florestas, entre outros. Apenas na Amazônia, 73 milhões de árvores foram plantadas. A marca foi pioneira em ter a certificação ISO 20121 — Eventos Sustentáveis e, em 2022, começou a trabalhar ambiciosas metas para 2030, alinhadas com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).  

O ano de 2024 será de muitas comemorações para o Rock in Rio. O ano em que tudo começou, 40 anos depois, dá início às celebrações. E a festa brasileira já está marcada: 13, 14, 15, 19, 20, 21 e 22 de setembro de 2024, no Parque Olímpico, Rio de Janeiro; e a lisboeta também: 15, 16, 22 e 23 de junho de 2024, no Parque Tejo. Das 22 edições anteriores, nove ocorreram no Brasil (1985, 1991, 2001, 2011, 2013, 2015, 2017, 2019 e 2022), nove em Portugal (2004, 2006, 2008, 2010, 2012, 2014, 2016, 2018 e 2022), três na Espanha (2008, 2010 e 2012) e uma nos Estados Unidos (2015). 

Thiaggo Camilo - @thiaggocamilo

Jornalista e assessor de imprensa. Foi jurado do quadro musical do programa Mais Show com Danny Pink na Rede Vida. Colunista do Tô Na Fama!, portal parceiro de conteúdo do IG. Atualmente está a frente da sua agência de comunicação e licenciamento. Redes sociais @thiaggocamilo | @thiaggocamilopress

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo