EsportesNoticias

Superliga feminina de vôlei começa oficialmente nesta terça-feira com transmissão dos canais sportv

Depois de mais um título sul-americano e o passaporte carimbado para os Jogos Olímpicos de Paris, hora de as principais jogadoras do vôlei brasileiro trocarem de uniforme: saem os da seleção e entram os dos clubes nacionais. A Superliga feminina, maior competição do país é a próxima atração do calendário do vôlei brasileiro. O sportv, sempre ao lado dos atletas olímpicos brasileiros, chega com uma grande cobertura do evento e promete exibir pelo menos quatro jogos por rodada, totalizando mais de 125 partidas até a grande final, prevista para acontecer em abril de 2024 e que pelo segundo ano consecutivo será disputada em jogo único e com transmissão também da TV Globo. Doze equipes começam oficialmente a disputa pelo título nesta terça-feira, dia 7, quando acontecem os dois primeiros jogos válidos pela 1ª rodada da competição. O sportv2 exibe todas as emoções desta rodada dupla, que começa às 18h30 com o duelo entre as atuais campeãs do Praia Clube e o São Caetano. Logo depois, às 21h, entram em quadra as meninas do Pinheiros, que estreiam diante do Sesi-Bauru.

A principal competição feminina vôlei entre clubes do país também será assunto no ge. O site acompanha a competição em uma editoria especial, com o tempo real das partidas mais importantes; tabelas e resultados atualizados; além de conteúdos e entrevistas exclusivas. Antes do início do torneio, o site faz um raio-x do campeonato, apontando os destaques das equipes e analisando os favoritos; entrevista a jogadora Helena, do Sesc-Flamengo, revelação do vôlei brasileiro e que passou por cirurgia cardíaca e está na briga pelo ouro no Pan; e apresenta a sérvia Aleksandra Uzelac, reforço do Fluminense para a temporada 23/24 que vem aprendendo o português com um objetivo: levar o tricolor ao topo da Superliga.

O sistema de disputa do torneio, que completa 30 anos nesta temporada, segue o mesmo da última edição. As doze equipes participantes que jogarão turno e returno na primeira fase. As oito melhores disputam a fase final no sistema de playoffs, em uma melhor de três jogos. As duas piores serão rebaixadas para a Superliga B. Estão na disputa deste ano: Praia Clube, Minas Tênis Clube, Osasco, Sesc-Flamengo, Fluminense, Sesi-Bauru, Pinheiros, Barueri, Brasília, Maringá, São Caetano e Blumenau.

Thiaggo Camilo - @thiaggocamilo

Jornalista e assessor de imprensa. Foi jurado do quadro musical do programa Mais Show com Danny Pink na Rede Vida. Colunista do Tô Na Fama!, portal parceiro de conteúdo do IG. Atualmente está a frente da sua agência de comunicação e licenciamento. Redes sociais @thiaggocamilo | @thiaggocamilopress

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo