Exclusivo

Terapeuta holística Ana Paula Alves explica a importância da limpeza física e energética das peças, mesmo que para uso decorativo ou em terapias

Cristais e pedras preciosas são ferramentas que podem ser usadas para diferentes finalidades: limpeza, ativação, equilíbrio dos chakras, meditação e na busca do equilíbrio energético e de cura. Mas desde o processo de extração, essas peças entram em contato com vários corpos físicos, recebendo energias positivas e negativas que ficam armazenadas em seu interior.

Justamente por isso, para que se alcance os objetivos com eficiência, é preciso que as pedras e cristais sejam sempre limpos e energizados. “Esse processo mantém a frequência das pedras e cristais ressoando em nós e no ambiente de forma mais clara e estável”, explica Ana Paula Alves, que é terapeuta holística e dona do site Anna Therapy.

Com o objetivo de educar as pessoas sobre a importância da limpeza energização correta, Ana Paula separou algumas dicas para os amantes de cristais e pedras preciosas:

A primeira dica é, no momento da limpeza da pedra, procure manter os pensamentos e sentimentos serenos. Todos os cristais têm um processo de memorização, isso significa que ele vai registar o seu sentimento no momento da limpeza.

1ª limpeza e energização completa:

– Pegue com as mãos um controle de sal, de preferência marinho, mas pode ser também grosso ou de cozinha;

– Esfregue entre as mãos as pedras com o sal, como se estivesse ensaboando, em movimentos suaves. Recomenda-se fazer esse procedimento sobre uma pia. Mantenha a intenção de limpeza durante todo o processo.

– Ao terminar, enxágue abundantemente a pedra em água corrente de torneira. Caso haja restrição do uso de água na pedra, enxague rapidamente.

– Seque bem com um pano macio, delicadamente, e coloque em área externa por 24 horas, para pegar um ciclo de Sol e um ciclo de Lua, de preferência se estiver cheio. Caso não seja possível deixar em exposição por todo esse período, ou a pedra seja sensível ao Sol, procure deixar em exposição solar e lunar por pelo menos 5 a 10 minutos.

– Com este procedimento, a pedra estará limpa e energizada.

Limpezas Frequentes

Os próximos procedimentos devem ser repetidos quando sentir que a pedra está sobrecarregada. Uma boa recomendação é limpar semanalmente ou mensalmente, se utilizar com frequência. Quem trabalha com clientes recomenda-se limpar diariamente as pedras do ambiente, e entre cada sessão as pedras que entram em contato direto com o cliente. 

Para pedras que ficam guardadas ou em ambientes pessoais, nas quais têm contato com poucas pessoas, limpezas mais completas podem ser realizadas a cada 6 meses ou um ano.

Limpeza de cristais com água natural

Leve as pedras para banhar em água do mar ou do rio, desde que esteja em recipiente seguro. Outra opção é deixar as pedras imersas em um recipiente com água mineral por algumas horas.

Limpeza de cristais com água e sal

Deixe as pedras imersas em água com sal – uma colher de sopa para um ou dois copos de água – por algumas horas, ou durante a noite. Depois aposentar, enxágue e seque bem.

Limpeza com selenita

Este método é ótimo para limpar as pessoas na água. Para esta limpeza deve-se utilizar um bastão natural de Selenita ou Gipsita, e uma ponta de drusa de quartzo branco. Coloque sobre uma superfície lisa o bastão de Selenita e em sua frente, horizontalmente, o cristal de quartzo, como se formassem um único bastão. Arrume os cristais a serem limpos em frente a esse bastão, em frente ao quartzo. Deixe os cristais nessa posição por cerca de 1 minuto, e mantenha todas limpas e energizadas simultaneamente. Este tipo de limpeza serve também para objetos e ambientes. 

Limpeza de cristais com incensos

Outro método para pedras sensíveis à água. Utilize aromas indicados para rituais de purificação como arruda, alfazema ou alecrim. Após acender o incenso, exponha o cristal à fumaça do incenso durante alguns minutos, cumprindo uma prece de intenção para purificação, depois utilize normalmente.

Limpeza de cristais com terra

Enterre o cristal em um jardim ou vaso e após 24 horas, retire-o. Em seguida, banhe em água corrente e deixe secar naturalmente. Neste procedimento é preciso levar em consideração a acidez da terra e as características da pedra, para que não deteriore o cristal.

Limpeza através da chuva

Deixe o cristal tomar um banho de chuva forte, dentro de um recipiente seguro.

Limpeza com drusa

Coloque seus cristais pequenos sobre uma de cristal de quartzo branco e deixe em repouso por pelo menos 3 horas, podendo deixar todo o dia. A drusa, por conter várias pontas de cristal, é autolimpante e auto-energizante.

Limpeza com sal grosso

Deixe as pedras imersas em um potinho com sal grosso ou marinho por algumas horas.

Pedras com restrição quanto à limpeza e energização:

Não deve expôr ao sol: ametista, água-marinha, quartzo fumê, fluorita, turquesa, kunzita, aventurina, citrino. 

Não deve expôr à água: howlita, turquesa, lápis lazuli, pirita, malaquita, calcita, gipsita, selenita, domolomita, enxofre, hematita, fucsita, obsidiana, rodocrosita, rosa do deserto, sugilita, turmalina.

Não deve mergulhar no sal: turquesa, kunzita, malaquita, calcita, âmbar, crisocola, azurita, dioptase, topázio imperial, opala de fogo, opala, pedra da luz, coral vermelho, selenita.

 No site www.annatherapy.com.br você encontra uma infinidade de cristais e produto zen.

Thiago Michelasi

Thiago Michelasi é jornalista, assessor de imprensa e apresentador de TV. Atualmente é CEO do Tô Na Fama!, portal parceiro de conteúdo do IG e apresentador do Programa Tô Na Fama! em afiliadas da Rede TV!. Além disso é colunista no Cartão de Visita do R7, no IG Gente, no Meia Hora e de diversos outros portais além de já ter sido colunista também no Observatório dos Famosos do UOL. Siga Thiago Michelasi no Instagram: instagram.com/thiagomichelasi

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo