Beleza

Viviane Araújo revela intervenções estéticas e comenta técnica avançada de sua lipoaspiração

Cirurgião plástico Lúcio Romão falou sobre o “One Step”, procedimento que promove cicatrização e tratamentos regenerativos

A atriz Viviane Araújo surpreendeu seus seguidores, no último final de semana, ao revelar em suas redes sociais os procedimentos estéticos aos quais se submeteu. A famosa compartilhou algumas fotos com modelador pós cirúrgico e falou que havia feito redução de próteses de silicone, correção de hérnia umbilical e lipoaspiração. Muitas pessoas tem buscado aprimorar a aparência e corrigir imperfeições a partir de intervenções cirúrgicas.

O cirurgião plástico Lúcio Romão explicou sobre a técnica realizada na lipoaspiração de Viviane Araújo, conhecida como “One Step” e que envolve o uso do Medilaser 1210, um aparelho que utiliza um comprimento de onda específico para realizar um trabalho de fotoestimulação, que atua de forma menos invasiva na remoção de gordura, sem danificá-la, com o objetivo de realizar lipoescultura ou lipoenxertia em outras regiões do corpo.

“O One Step é uma técnica avançada que oferece aos pacientes a possibilidade de um retorno mais rápido às atividades cotidianas, devido à sua natureza menos invasiva. Além disso, ela possui um potencial notável no campo da medicina regenerativa, o que permite o tratamento de problemas antes considerados insolucionáveis”, comenta.

O médico cirurgião destacou que o One Step é capaz de coletar tecido adiposo, ou seja, gordura, de forma avançada e pode levar a separação de células-tronco em números muito mais elevados do que as coletas de medula óssea. Esse material pode ser utilizado para acelerar e melhorar tratamentos e processos de cicatrização de feridas graves, como em diabéticos, ferimentos causados por acidentes, reconstruções após câncer de mama e lesões ortopédicas, como artrose.

“A técnica é a única que cumpre todas as exigências da Resolução RDC 508 da Anvisa; isso abre um leque de novos tratamentos para problemas antes sem solução, além de tornar outros procedimentos mais seguros”, enfatiza.

“O pós-operatório da técnica One Step tende a ser menos doloroso, e também há uma melhora na textura e flexibilidade da pele nos casos de reconstruções. O método potencializa o processo de cicatrização de feridas, reduz, em alguns casos, a necessidade de amputação de membros. A Viviane trazer esse assunto é essencial para desmitificar esses procedimentos e estimular um diálogo aberto sobre o assunto”, conclui.

Gabriella Vivere

Gabriella Vivere, tem em seu currículo um vasto conhecimento tanto na comunicação, quanto em gestão de empresas. Além de jornalista, em seus mais de 15 anos de experiência em conectar pessoas e empresas, ela também é especialista em vendas, grandes marcas, commodities e mercado internacional. A paixão por comunicação surgiu após trabalhar em uma agência multinacional de notícias. Seu talento e expertise com novos negócios lhe deram visão para ampliar suas conexões e experiências profissionais. Assim, abriu sua própria agência de comunicação, assessoria de imprensa e marketing, a Vivere Press, onde acompanha de perto todos os processos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo