Influenciadores

Ana Otani quebra tabus e inova com podcast sobre sexualidade no Instagram

Após sucesso com contos eróticos, Ana Otani quis explorar o universo da sexualidade com humor e leveza no “Conta um Conto”.

Natural do interior do Paraná, Ana Otani vem se destacando na internet por conta do seu podcast sobre sexualidade. Quebrando barreiras e muitos tabus, a jovem, de 29 anos, divide com seus mais de 50 mil seguidores do Instagram, histórias sobre poliamor e muitos casais em busca de novas experiências sexuais.

“Recebo muitas mulheres casadas e com relacionamento aberto que contam sobre suas vivências com muita naturalidade no meu podcast. Com isso, estou aprendendo sobre esse universo também”, conta com exclusividade à coluna.

Ana Otani começou escrevendo contos eróticos em um blog. Vendo a curiosidade das pessoas, ela passou a fazer lives, falando abertamente sobre sexualidade. “Nunca fui uma expert em sexo, mas naquele momento estava me dando a oportunidade de experimentar coisas diferentes, inclusive dicas que minhas seguidoras mandavam e eu dava um feedback do que achava depois”, explica ela, que é mãe de uma menina de 10 anos.

Para expandir seu sucesso, Ana Otani migrou para o YouTube, mostrando que seu talento trazia resultados expressivos em outras plataformas. “Contava coisas que vivi, que deram certo ou não. E era o relato da minha experiência que mais viralizava porque a galera se identificava”, revela, explicando como aconteceu sua transição para o Instagram e o nascimento do podcast “Conta um Conto”:

Leia também: Zuza comemora 10 anos de carreira solo

“A galera queria me ver mais, mas não tinha onde. No começo era para mulheres, mas cresceu para homens. Em 2023, quatro anos depois de entrar no ramo de conteúdo sexual, tendo muitas amigas e outras mulheres que se inspiram em mim, pensei em abordar o assunto com humor e com uma dose de sensualidade ao contar a realidade de cada um. No começo do meu canal, viralizei por quebrar um tabu, hoje novamente tenho outra oportunidade, mostrando como é a sexualidade das pessoas que são poliamor, dos casais que são criadores de conteúdo para entender a realidade deles. Não é uma forma vulgar e nem julgando ninguém. É leve e descontraído”.

A influenciadora também tem crescido no Facebook e possui uma conta no Privacy, rede social +18 de compartilhamento de conteúdo no modelo de assinatura. Para o futuro, Ana Otoni tem vontade de fazer faculdade de Psicologia e estudar meios para lucrar com seu trabalho. “Vou focar mais e estou estudando para ter mais entrega para o público. Assim poderei atrair pessoas e monetizar. Meu intuito é ficar com ele por mais dois anos. Gosto e costumo trabalhar por prazo determinado. Estou com muito conteúdo bacana e de qualidade. Por mais que seja sobre sexualidade, tem muita informação”, afirma.

Nos anos atuais, os famosos “haters” viram na internet um ambiente “seguro” para destilar seu ódio gratuito. Por isso, Ana Otani encontra um espaço na sua agenda para cuidar da saúde mental. “É bem complicado. A gente lê muitos elogios, mas muitas críticas também. Às vezes, você está numa vibração baixa e acaba se importando com esses comentários, eles abalam muito. Se não tiver um acompanhamento psicológico é complicado”, completa.

Para mais informações acompanhe Ana Otani online:

Instagram: https://www.instagram.com/anaotaniselect/

Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCS3hYwLq8WglhuJFqPyYRSg

Threads: https://www.threads.net/@anaotaniselect

Gabriella Vivere

Gabriella Vivere, tem em seu currículo um vasto conhecimento tanto na comunicação, quanto em gestão de empresas. Além de jornalista, em seus mais de 15 anos de experiência em conectar pessoas e empresas, ela também é especialista em vendas, grandes marcas, commodities e mercado internacional. A paixão por comunicação surgiu após trabalhar em uma agência multinacional de notícias. Seu talento e expertise com novos negócios lhe deram visão para ampliar suas conexões e experiências profissionais. Assim, abriu sua própria agência de comunicação, assessoria de imprensa e marketing, a Vivere Press, onde acompanha de perto todos os processos.
Botão Voltar ao topo