Música

BĒ explora os próprios limites pessoais na intensa “Paranoia”

Faixa marca o retorno do artista à música após dedicação ao teatro e traça um paralelo sobre sanidade mental, autocobrança e distorção da realidade.

BĒ está de volta à música com uma faixa pessoal que mergulha profundamente na complexidade da paranoia. Trata-se de “Paranoia”, música inédita que oferece uma perspectiva franca sobre como esse sentimento pode afetar nossa vida e saúde mental. A canção chega às plataformas digitais nesta terça-feira, dia 19, e marca o reencontro do artista com o renomado produtor musical Molla.

O lançamento aborda a paranoia de uma maneira única, destacando como esse estado de espírito pode nos impedir de viver uma vida tranquila e normal. Muitas vezes, a paranoia nos leva a interpretar erroneamente situações inexistentes ou a culpar os outros por nossas preocupações, quando, na verdade, somos os criadores de nossos próprios medos. A música também enfatiza um ponto importante: que o maior adversário em relação à saúde mental é, muitas vezes, nós mesmos.

“Eu uso o momento de compor uma música como um processo de cura, que me ajuda a expressar o que muitas vezes guardo, mas de uma maneira que não prejudique ninguém e, ao mesmo tempo, possa ajudar outras pessoas que estão passando pelo mesmo. Essa música foi inspirada nas constantes paranóias que tenho, devido aos meus problemas de saúde mental, e como tudo isso, embora aconteça apenas em minha mente, parece tão real.”, explica BĒ.

“Paranoia” marca o retorno de BĒ à música após um período dedicado ao teatro. Com uma abordagem profundamente pessoal, a música oferece uma experiência musical que muitos podem se relacionar, tornando-se um poderoso veículo de conexão emocional.

Um artista apaixonado por explorar as profundezas da mente humana por meio de sua música, BĒ consolida seu trabalho com letras reflexivas e uma abordagem autêntica. Agora, ele convida os ouvintes a mergulhar em suas próprias emoções e experiências. “Paranoia” é apenas um exemplo de sua capacidade de criar música que toca o coração e a alma.

Sobre BĒ

O nome BĒ surgiu como um apelido de família carinhoso para Breno Al Odeh. O artista, que possui diferentes influências musicais, se define como cantor de música Pop e tem como referências grandes nomes da música internacional, como The Weeknd e Billie Eilish, trazendo toda a obscuridade para a música pop, mas com letras que são extremamente vulneráveis, que expõe geralmente temas como problemas emocionais, psicológicos, fatos que todos acabam se identificando de alguma maneira, pois são letras sempre pessoais mas sobre assuntos que estão nos pensamentos de cada ser humano, como gatilhos psicológicos que são abordados na faixa ‘Gatilho’, ou a emocionante e sincera ‘188’, que mostra em sua letra o artista sendo vulnerável completamente, ao analisar psicologicamente todo o seu emocional e comportamento, e uma espécie de pedido de ajuda para as pessoas depressivas e com problemas psicológicos.

Todas as faixas, mesmo abordando temas tão pessoais e sinceros, continuam fundidos no universo da música pop, acompanhando as tendências do mercado, mas de uma maneira que sempre parece nova, e parte do mundo do BĒ.
O artista que faz parte da comunidade LGBTQIA+, tenta trazer em suas músicas e trabalhos sempre um sentimento de reflexão, de análise, mesmo que mergulhado em um mundo imaginário e criado pelo artista. BE também é ator, compositor de todas as suas faixas e participa sempre do processo de produção de suas músicas, gosta de estar envolvido em todos os detalhes, até no roteiros dos videoclipes, já que assim ele consegue expor sua personalidade única e deixar sua marca e essência nos trabalhos.

O artista usa como influências o pop mais internacional, mas busca também trazer sua própria identidade, mesmo que atrelado a diversas referências, que aparecem ao longo de seus trabalhos. Sonoramente não é possível definir o BĒ em apenas uma única caixinha, já que em cada trabalho o artista busca sempre explorar uma faceta diferente de sua personalidade artística, então tem músicas houses para dançar e se jogar na balada, como também tem músicas que te farão chorar e refletir um pouco, e até as mais obscuras, que buscam explorar o mistério e a curiosidade nos que procuram ouvir o artista. Em suas letras e clipes, o cantor tenta sempre fazer ligações com seus trabalhos, de maneira que tudo se conecte no fim das contas.

Thiaggo Camilo - @thiaggocamilo

Jornalista e assessor de imprensa. Foi jurado do quadro musical do programa Mais Show com Danny Pink na Rede Vida. Colunista do Tô Na Fama!, portal parceiro de conteúdo do IG. Atualmente está a frente da sua agência de comunicação e licenciamento. Redes sociais @thiaggocamilo | @thiaggocamilopress

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo