Música

Com 23 anos de carreira e novo projeto autoral prestes a ser lançado, Ponto de Equilíbrio acumula 226 milhões de streams no Spotify

Existe uma certa dificuldade para bandas que nasceram na época dos discos físicos ganharem notoriedade nos aplicativos de música. Este não é o caso do Ponto de Equilíbrio que, com 23 anos de carreira e apenas 8 dentro dos aplicativos de música, chegou a incrível marca de 226 milhões de streams somente no Spotify. Agora, a banda prepara um novo e revolucionário projeto autoral que promete provar mais uma vez porque o Ponto de Equilíbrio é um dos maiores nomes do reggae nacional.

Sucesso desde sua primeira aparição, o Ponto alcançou a marca de 100 mil cópias vendidas já em seu primeiro CD, lançado de forma independente. O feito despertou o interesse de diversas gravadoras que disputaram a assinatura do grupo. De lá para cá foram lançados 4 álbuns de estúdio, 2 DVDs ao vivo e algumas coletâneas, disponíveis nas plataformas digitais.

Nestes 23 anos, o Ponto construiu uma legião de fãs que levaram muita energia positiva para grandes palcos no Brasil e em outros países, como Alemanha, Itália, Espanha, Noruega, Portugal, Chile, Argentina e Moçambique. Identificado por muitos como a principal representante do Reggae brasileiro, a banda traz na história músicas gravadas com Don Carlos, The Congos, Groundation e Alborosie, ícones do Reggae internacional. Entre os artistas nacionais, a banda coleciona participações com nomes de peso além de Ivete Sangalo como Emicida, Marcelo D2, Gabriel Pensador, Rael, Rincon Sapiência, entre outros.

Thiaggo Camilo - @thiaggocamilo

Jornalista e assessor de imprensa. Foi jurado do quadro musical do programa Mais Show com Danny Pink na Rede Vida. Colunista do Tô Na Fama!, portal parceiro de conteúdo do IG. Atualmente está a frente da sua agência de comunicação e licenciamento. Redes sociais @thiaggocamilo | @thiaggocamilopress

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo