Noticias

Criador de mais de 500 cavalos, Magdi Shaat exalta a raça Mangalarga Marchador: “Campeões por vários anos”

Paixão por criar e cuidar dos animais surgiu desde quando Magdi Shaat era criança

Magdi Shaat chegou ao Brasil em 1968 com o desejo de trabalhar as regras e normas brasileiras da engenharia. Atuando em obras do setores elétrico  há mais de 50 anos, com  projetos, obras e fiscalização, o engenheiro se tornou proprietário da SPEC Engenharia e dono do  Haras ElFar, que chegou a reunir mais de 1200 cavalos Mangalarga Marchador.

“Minha família sempre criou cavalo árabe, então sempre tive convívio com criadores de cavalos. Quando me estabeleci no Brasil, comecei a pensar em criar cavalos de raça, mas convivendo com muitos amigos do Sul de Minas Gerais, resolvi criar o Mangalarga Marchador e esse sentimento foi crescendo de uma forma muito especial na minha vida”, conta com exclusividade à coluna.

A paixão por criar e cuidar dos cavalos surgiu desde quando Magdi Shaat era criança. Agora, chegou a um ponto que o engenheiro e criador passou por 8 anos na presidência da associação brasileira dos criadores de cavalo Mangalarga Marchador. “Estamos aí lutando, trabalhando para ter uma grande raça, que é exuberante, rústica, de sela, atende a todos os tipos de pessoas, todas as famílias, para quem gosta de passear, montar, para fazendeiro, sitiante, é uma raça que cativa a todos”, elogia.

Em seu trabalho com os cavalos, Magdi Shaat chegou a ter 1200 da espécie, mas atualmente cria de 400 a 500 animais. Ele explica, na entrevista, que por das atribuições profissionais e familiares, foi enxugando o número para ter condições de controle e maior qualidade.

“O trabalho de um criatório é fundamental em investir em genética de alta performance. No início, começa a fazer aquisições de animais de genética extraordinária e em matrizes de qualidade. Obviamente também investi em diversos garanhões de qualidade, então fiz o trabalho de cruzamento, seleção, já participei de exposições e fomos por vários anos privilegiados com animais premiados nas exposições. Nas Nacionais de 2015, 2016 e 2017, fomos premiados com o título de melhor criador das exposições.  Na Nacional de 2019, fomos privilegiados com os títulos de campeões dos campeões de marcha, (garanhão e égua) do nosso criatório, uma coisa que nunca aconteceu antes, ganhar as duas categorias na mesma Nacional.

Magdi Shaat conta, por fim, que por conta da pandemia em 2020 e 2021, as participações foram bem reduzidas e, por conta disso, eles diminuíram a quantidade de exposições de seus cavalos. Com o fim do lockdown, ele planeja retomar os trabalhos “para disputar com força total”.

Gabriella Vivere

Gabriella Vivere, tem em seu currículo um vasto conhecimento tanto na comunicação, quanto em gestão de empresas. Além de jornalista, em seus mais de 15 anos de experiência em conectar pessoas e empresas, ela também é especialista em vendas, grandes marcas, commodities e mercado internacional. A paixão por comunicação surgiu após trabalhar em uma agência multinacional de notícias. Seu talento e expertise com novos negócios lhe deram visão para ampliar suas conexões e experiências profissionais. Assim, abriu sua própria agência de comunicação, assessoria de imprensa e marketing, a Vivere Press, onde acompanha de perto todos os processos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo