Influenciadores

Da humilhação à exaltação: conheça a trajetória de Vanessa Harada e toda sua transição do Evangelho para Influenciadora Cristã


Vanessa Harada, teve uma intensa trajetória dentro do evangelho, primeiro como missionária em uma igreja na comunidade do “Ninho do Urubu”, no Rio de Janeiro, por volta dos anos de 2002 / 2003, tornou-se pastora presidente da Igreja Missões e Adoração Internacional, que começou como casa missionária na Rua Maxwell, na Tijuca, onde Vanessa cedeu sua casa, já com 2 filhas pequenas, se abdicando do seu conforto, em prol da obra missionária que Deus tinha colocado em seu coração e de seu marido.


Com isso, mais de 10 pessoas foram morar em sua casa e faziam relógio de oração 24h por dia e isso perdurou por 5 anos, até que o endereço da Rua Maxwell, virou somente igreja e as pessoas foram morar em seus lares, 2 anos depois a igreja mudou de endereço pelo espaço não comportar o tanto de gente que começou a frequentar os cultos, principalmente, os de sexta presidido por Vanessa, que ficou muito conhecido na região da Tijuca, Vila Isabel e Andaraí.


Vanessa criou o “Encontro com Deus”, denominado por ela, como “Íntimos do Fogo para Mulheres”, e esse retiro era a passagem para transformação dessas mulheres em Cristo, após esse retiro, essas mulheres eram acompanhadas e apascentadas, para haver uma caminhada para com elas, mas mal sabia Vanessa que alguma dessas mulheres usariam de ingratidão com ela, muita das vezes até se reunindo em “complô”, colocando Vanessa em uma posição de autoritária e a própria muita das vezes nem sabia o que estava ocorrendo, pois as decisões não eram passadas corretamente pra ela. Porém, Vanessa fez sua parte passando por cima disso tudo, até o mês de maio de 2023, quando entregou a igreja nas mãos de um pastor de sua confiança e agora está galgando sua jornada como influencer cristã.


Se isso vai agradar a todos? Ainda é uma incógnita, mas não é algo que vá parar a carreira de Vanessa Harada, pois de julgamentos ela está bem farta um a mais ou um a menos não importa, o que importa é o legado que ela deixa como bispa aqui no Brasil e no mundo e continuará construindo a partir de agora, só que sob a perspectiva de um novo cenário.


Escrito por: Mercedes Aguiar (testemunha viva dos fatos contados acima)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo