Saúde

Dr. Sérgio Cruz, cirurgião plástico, esclarece dúvidas sobre a cirurgia de Lipo HD

Médico é referência em lipoescultura e compartilha informações valiosas sobre a cirurgia

A Lipo HD vem ganhando grande destaque nos últimos anos. A cirurgia, que torna os músculos do abdômen mais aparentes, conquistou celebridades como Virgínia, Viih Tube e Ludmilla, e começou a ser bastante procurada nos consultórios médicos. Porém, como qualquer tendência, arrependimentos podem ocorrer no futuro, por falta de alinhamento das expectativas.

O cirurgião plástico Sérgio Cruz, de Volta Redonda (RJ), conta que, nos últimos meses, pacientes de vários estados têm procurado sua clínica para tirar dúvidas sobre o procedimento. “Quando começou a febre da lipo HD, houve muito exagero. Pessoas mais “cheinhas” ficavam buscando definição exagerada no abdome, mas com o restante do corpo sem definição acarretando um resultado artificial. A avaliação da anatomia de cada pessoa e a indicação da técnica mais adequada para cada caso pode dar “acabamento e definição melhores”, explica o médico.

Com o avanço das redes sociais, a cada dia vemos jovens desejando o corpo perfeito vendido pela internet. Eles acabam desejando o corpo que viram na web, sem levar em consideração algumas particularidades do seu biotipo.

De acordo com várias matérias já divulgadas na mídia, muitos pacientes que passaram pela lipo HD e se arrependem, atribuem a insatisfação aos exageros, mas segundo o Dr. Sérgio, tudo depende da indicação e técnica de cada profissional.

Screenshot 20230323 110158 Gallery

“O procedimento primário (a primeira cirurgia) é sempre a melhor oportunidade de alcançar um resultado satisfatório, por isso bom senso e expectativas reais devem nortear o tratamento desde o início. As cirurgias secundárias para corrigir algum desfecho negativo, é sempre mais difícil e com resultados mais limitados. No caso da Lipo HD, temos que entregar o resultado de um abdome totalmente proporcional a outras partes do corpo, como coxas e braços, para que não fique artificial”, finaliza o doutor, que sempre recomenda a procura por médicos capacitados, com a formação completa e credenciados pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica. Ele atende em Volta Redonda (Rio de Janeiro) e Belo Horizonte (Minas Gerais).

Emiliano Macedo

Emiliano Macedo - Jornalista com 20 anos de carreira. Já atuou como produtor, repórter e editor de textos nas emissoras RedeTV (Rio), Globo (TV Rio Sul), Band (Rio) e SBT. Em rádios, passou pela Sociedade 104,1 FM e Band FM 94,9. Também já escreveu para os portais "A Gazeta", G1, GE e GShow. Nos Estados Unidos, trabalhou como redator na sede da Norwegian International, em Miami.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo