Curiosidades

Indústria do Brinquedo deve crescer mais 7%, prevê ABRINQ

Para ficar com dados dos últimos cinco anos, a indústria do Brinquedo, de acordo com o presidente da ABRINQ, Synésio Costa, passou de R$ 7.290 bilhões em 2019 para R$ 7.545 (2020, R$ 7885 (2021), R$ 8.358 (ano passado) e R$ 8.985, previsão para este ano. “Temos motivo para nos orgulharmos das nossas lutas contínuas para a manutenção do mercado nacional”, diz o presidente da entidade.

A sozonalidade das vendas manteve-se praticamente estável, concentradas nos meses de agosto, setembro e novembro, com mais de 51% do movimento do ano. Da Chiva chegar quase 80% das importações, e para o Paraguai e Argentina o Brasil exporta 56% da produção.

Jogos de Mongo e Drongo
Linha de brinquedos Mongo e Drongo da Pais & Filhos

Já o número de empregos diretos e indiretos no ano teve aumento e passou de 36.500 para 37.650 postos de trabalho, destacando-se o aumento das vagas com carteira assinada e a ligeira diminuição das terceirizadas.

“Chegamos a mais uma Abrin, marcada para o período de 5 a 8 de março, no Expo Center Norte, e ao longo desse período acompanhamos os movimentos do mercado, com anos bons e outros nem tanto”, comenta Synésio Costa. “E esses anos nos mostram que é possível seguir existindo e crescendo, temos orgulho de sermos a maior feira de brinquedos da América Latina, uma conquista de todo o setor.”

Boneca ODiariodeMika LovelyToys
Linha de pelúcias da série “O Diário de Mika” da Lovely Toys

Thiaggo Camilo - @thiaggocamilo

Jornalista e assessor de imprensa. Foi jurado do quadro musical do programa Mais Show com Danny Pink na Rede Vida. Colunista do Tô Na Fama!, portal parceiro de conteúdo do IG. Atualmente está a frente da sua agência de comunicação e licenciamento. Redes sociais @thiaggocamilo | @thiaggocamilopress

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo