Celebridades

Ivete Sangalo fala sobre nova temporada do The Masked Singer em entrevista

O que o público pode esperar de diferente nesta nova temporada do ‘The Masked Singer’? 

Essa é a terceira temporada, e esse programa é um sucesso! Tem muita potência artística e de entretenimento. As fantasias são maravilhosas, a dinâmica do reality é incrível, os jurados são sensacionais, tem a Priscila… Enfim, um grupo de pessoas ali engajadas na produção desse entretenimento, fazendo com que ele seja potencializado o todo tempo. E, partindo das experiências das temporadas anteriores, agora dinamizaram ainda mais. Temos outra dinâmica, como a aposta secreta, por exemplo. Na primeira apresentação de cada mascarado os jurados palpitam, e quem acertar o maior número de palpites ganha a temporada junto com o mascarado vencedor. Um programa completamente fluído e dinâmico.  

Depois de duas temporadas, o que ainda te encanta no ‘The Masked Singer’? 

Indiscutivelmente, as fantasias. As músicas, os espetáculos e, claro, o momento de desmascarar o convidado. A fantasia chegando, contando um pouco do personagem e das características de cada um, isso é genial. A gente vai ficando envolvido e é muito legal.  

Temos a chegada de dois novos jurados, Mateus e Sabrina. Como está sendo recebê-los e de que forma eles acrescentam ao programa? 

Alegria. Eu acho que o fato deles estarem chegando agora, trazendo muito das suas personalidades, dá um ritmo diferente para o programa, uma outra maneira de abordarmos outros caminhos que esse reality tem! A gente bateu uma bola de uma forma muito consistente, coerente e divertida. Impressionante a maneira como Sabrina chegou completamente inteirada do programa. A energia dela é ótima, ela é uma fantasia, uma alegria! Sabrina é uma pessoa que se comunica, ela tem um carisma absurdo. Mateus é um cara do teatro e da televisão, então ele trouxe muitas coisas novas. Sabrina tem um potencial de humor absurdo e Mateus também. Então a gente tem ali uma bancada muito feliz e divertida. 

O que você acha que é preciso para ser um mascarado? 

Ah, tem que acreditar na fantasia e tem que se divertir. Eu vi muita gente que saiu e falou: ‘a dança não era o meu forte, a música não era o meu forte, essa experiência não era o meu forte’. E acabou vivendo uma experiência muito linda, vitoriosa e com muitas descobertas. Então, eu acho que o ‘The Masked Singer Brasil’ é sobre acreditar que é possível fazer as coisas.  

Nesta temporada as fantasias estão mais brasileiras, algumas até foram pedidas pelo público de casa, muito ativo nas redes. Você acompanha os palpites e sugestões do público nas redes sociais? 

A gente tem muito a oferecer, a nossa força cultural e a nossa diversidade pelo tamanho desse país continental. Em cada região desse país a gente tem histórias, folclore. Culturalmente somos muito ricos de personagens, de músicas e tantas coisas. Então essa foi uma premissa. Nós temos no Brasil infinitas possibilidades para essas fantasias. O programa é feito para o público, então nada mais justo do que pedir a colaboração e a participação das pessoas que nos acompanham na hora de conceber o programa. O público que nos norteia. 

Ivete Sangalo – Foto | Divulgação

Thiaggo Camilo - @thiaggocamilo

Jornalista e assessor de imprensa. Foi jurado do quadro musical do programa Mais Show com Danny Pink na Rede Vida. Colunista do Tô Na Fama!, portal parceiro de conteúdo do IG. Atualmente está a frente da sua agência de comunicação e licenciamento. Redes sociais @thiaggocamilo | @thiaggocamilopress

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo