Noticias

Personalidades apoiam campanha de incentivo à doação de órgãos

Conscientização e informação são as opções oferecidas na campanha Setembro Verde para ajudar a reduzir as negativas das famílias na doação em caso de morte encefálica e acelerar a fila de transplante

A campanha Setembro Verde, de conscientização e incentivo à doação de órgãos, ganha um reforço importante em 2023: personalidades como Xuxa Meneghel, o ex-jogador Raí; os atores Antônio Fagundes e Carmo Dalla Vecchia; os cantores Luiza Possi e Thiago Arancam; as jornalistas Sonia AbrãoAdriana Araújo e Patricia Maldonado; além do locutor Cid Moreira e da apresentadora Daniela Albuquerque, deixaram mensagens de apoio.

O maior entrave hoje na doação de órgãos não é individual, mas sim da família. No Brasil, a doação de órgãos e tecidos só será realizada após a autorização familiar. Somente no primeiro semestre do ano, 49% das famílias se negaram a doar os órgãos de parentes declarados com morte encefálica. Este número, face ao da lista de espera para transplantes de órgãos, que, em média, é de 65 mil pessoas, é alto e tem de ser reduzido urgentemente.

Xuxa deixou uma mensagem clara: ela revela ser doadora de órgãos e cobra que a população fale mais sobre o assunto. Em 2023, o mote da campanha é justamente a comunicação entre as famílias. “A família é responsável pela decisão final, não tendo mais valor a informação de doador de órgãos registrada no documento de identidade”, analisa. “Fale para seus familiares que você é doador. Pergunte a eles se doariam seus órgãos também”, pede ela, que finaliza sua fala com a frase: “Doar é um ato de amor, salva vidas”

Acesse o Grupo de Fígado do Rio de Janeiro nas redes sociais e veja todos os vídeos da campanha!

A participação de Xuxa faz parte de uma ação exclusiva do Grupo de Fígado do Rio de Janeiro, entidade de classe que reúne hepatologistas do Estado do RJ, promove congressos, discussões e estudos sobre as doenças do fígado e, especialmente, o transplante.

A jornalista Adriana Araújo fez um esclarecimento importante. Como no Brasil não há lei que determine quem deve doar, fica a cargo das famílias. Por isso, a necessidade de conscientizar. Documento de identidade, testamento, declaração ajuizada… Nada mais tem valor jurídico que a autorização familiar.

O Setembro Verde é uma ação social, sem fins lucrativos, e consiste em conscientizar, alertar e incentivar a população. É realizada por todo o Brasil, com atividades regionais, e também com apoio da sociedade civil e de empresas. No Rio de Janeiro, o Grupo de Fígado atua em parceria com a Sociedade de Nefrologia do Rio de Janeiro, a Sonerj, já que fígado e rins são as segunda e primeira causas de transplantes.

Durante o mês de setembro, órgãos públicos, monumentos e prédios estão sendo iluminados de verde, cor da campanha, para chamar a atenção da população. No domingo, dia 24 de setembro, aconteceram atividades entre médicos, pacientes transplantados e pacientes à espera de transplante na Roda Gigante Star, do Porto Maravilha, no Rio de Janeiro. Ícone da cidade, a roda-gigante exibiu frases da campanha.

Conheça o Grupo de Fígado Rio de Janeiro

Thiaggo Camilo - @thiaggocamilo

Jornalista e assessor de imprensa. Foi jurado do quadro musical do programa Mais Show com Danny Pink na Rede Vida. Colunista do Tô Na Fama!, portal parceiro de conteúdo do IG. Atualmente está a frente da sua agência de comunicação e licenciamento. Redes sociais @thiaggocamilo | @thiaggocamilopress

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo