Beleza

De Angelina Jolie a Kate Middleton, Dra. Patrícia Regina comenta segredo para manter pele jovem

A especialista explica como os fios de sustentação estimulam produção natural de colágeno e proporcionam rejuvenescimento facial

Manter a jovialidade da pele após os 40 anos tem motivado a busca de mulheres, anônimas e famosas, pelos procedimentos estéticos. O número de tratamentos também tem aumentado, e os fios de polidioxanona (PDO) surgiram como uma novidade no mercado. Angelina Jolie, Kate Beckinsale, Jennifer Aniston, Cindy Crawford e Kate Middleton estão entre as celebridades adeptas do procedimento.

A novidade que agradou as famosas foi ideia do médico coreano Kwon Han Jin, segundo explica a Dra. Patrícia Regina, especialista em harmonização facial e em fios de polidioxanona (PDO). Essa fibra sintética é absorvível pelo organismo e combate a flacidez do pescoço através de uma linha tensora. A especialista define o PDO como um tratamento moderno e eficaz.

“Os fios de sustentação têm um importante diferencial: promovem ação rejuvenescedora contínua. O material é absorvível pelo corpo e tem como resultado um efeito natural. Os fios são inseridos sob a pele por pequenos furos em pontos estratégicos do rosto. Logo após o procedimento é possível notar o efeito lifting e a pele visivelmente mais lisa, sem intervenção cirúrgica”, explicou.

As vantagens ainda vão além, porque os fios não só combatem o envelhecimento, como estimulam a produção de colágeno. Isso tudo contribui com a firmeza da pele e mantém um rejuvenescimento contínuo. Ainda de acordo com a Dra. Patrícia Regina, o tratamento é indicado para quem tem mais de 30-35 anos e já sofre os efeitos da baixa estimulação de colágeno do organismo. O procedimento é ideal para aquelas que não querem recorrer a uma cirurgia plástica, fazer cortes ou ter cicatrizes.

“Com o passar dos anos, a pele fica mais fina e flácida. O rosto perde o volume, e a gordura desce para as partes mais baixas do rosto. Os fios agirão contra isso e promoverão firmeza. Conforme o novo colágeno é produzido, mais a pele se contrai. Além disso, esse procedimento não é invasivo. Então, a paciente deixa o consultório pronta para seguir sua vida normal, mas com uma aparência mais jovem”, concluiu.

Gabriella Vivere

Gabriella Vivere, tem em seu currículo um vasto conhecimento tanto na comunicação, quanto em gestão de empresas. Além de jornalista, em seus mais de 15 anos de experiência em conectar pessoas e empresas, ela também é especialista em vendas, grandes marcas, commodities e mercado internacional. A paixão por comunicação surgiu após trabalhar em uma agência multinacional de notícias. Seu talento e expertise com novos negócios lhe deram visão para ampliar suas conexões e experiências profissionais. Assim, abriu sua própria agência de comunicação, assessoria de imprensa e marketing, a Vivere Press, onde acompanha de perto todos os processos.
Botão Voltar ao topo